Amazonas Destaques Manaus

Mulher é espancada na rua até a morte pelo marido

Luciane Simão Silva, de 42 anos, morreu após ser espancada a socos pelo marido, Rondinele Pereira da Silva, na última quarta-feira (16) no meio da rua, próximo da casa onde morava com o agressor, com quem tinha um relacionamento há oito anos.A vítima foi agredida no dia 16 e foi levada para o hospital pelos familiares. Com o rosto completamente desfigurado, ela ficou internada e foi liberada três dias depois. Ao perceber que o rosto apresentava um inchaço além do comum, o irmão da vítima voltou para a unidade médica, onde foi mais uma vez internada, mas não resistiu.

MARIA DA PENHA

A Polícia Civil do Distrito Federal afirma que Rondinele já havia agredido Luciane em 2017, que registrou um boletim de ocorrência na época sob a lei Maria da Penha. As medidas protetivas venceram meses depois e, durante esse intervalo, o agressor continuava enviando mensagens para a vítima, com quem voltou a se relacionar posteriormente. “Ela passou os últimos quatro dias de vida sendo perseguida pelo autor, sempre por meio de telefonemas e mensagens via aplicativo”, disse a delegada adjunta Ágata Braga.

PRISÃO

Rondinele foi preso na última segunda-feira (21) e responderá pelo crime de feminicídio. “Foi um espancamento cruel e brutal. A vítima vivia sob a influência do medo e não teve qualquer chance de defesa”, afirmou o delegado-chefe da unidade, Hudson Maldonado.

Com informações de Álvaro Couto e Carlos Carone/Metrópoles

Publicações relacionadas

Quatro aviões com equipamentos chegam a Manaus

Redação

‘Perigo não existe mais’, diz prefeito ao vistoriar obra de contenção de erosão no bairro Santa Etelvina

Redação

Governo permite recontratar demitidos antes de 90 dias durante pandemia

Redação

Deixe uma resposta