Amazonas Destaques Manaus

Ministério da Saúde manda 35 respiradores e 250 mil kits de EPIs para o Amazonas

O general Eduardo Pazzuello, secretário executivo do Ministério da Saúde, anunciou ontem (29) que está enviando até sexta-feira (1) um avião com 220 mil kits de EPIs, 35 respiradores mecânicos e mais uma equipe de profissionais que vão atuar nos hospitais de Manaus. A decisão foi anunciada ao senador Eduardo Braga (MDB) após reunião virtual da cúpula do Ministério com senadores.

✅ Wilson aprova afastamento de enfermeiros que denunciam falta de EPIs

Ao não revogar a decisão de gestores de unidades de saúde que afastaram do cargo e colocaram à disposição da Susam profissionais de saúde que participaram do programa de Roberto Cabrini e de quem está denunciou a falta de EPIs, o governador Wilson Lima (PSC) está endossando a medida arbitrária, autoritária e antidemocrática. São profissionais que mesmo com pagamento atrasados e sem equipamentos de EPIs adequados e número suficientes estão na linha de frente salvando vidas e que estão pedindo socorro da sociedade com medo de serem infectados pelo novo coronavírus.

✅ Mais profissionais infectados

São mais de 400 profissionais de saúde infectados e dez mortes registradas no Amazonas de médicos, enfermeiros e técnicos.  E somente ontem (29) mais 92 profissionais testaram positivo para Covid-19 no primeiro dia de teste em drive-thru em Manaus. Tudo por falta de uso de EPIs adequados.

✅ Luta pela vida

O prefeito Arthur Neto disse que é preciso entender a necessidade de estarmos em casa para salvar vidas. “O Brasil precisa de uma liderança nessa guerra contra a pandemia e não de alguém que minimiza o coronavírus. Sigo buscando apoio onde posso, para obtenção de remédios e equipamentos, que nos ajude a enfrentar o pico da doença previsto para o mês de maio”, afirmou.

✅ Governador paralisado

Enquanto outros estados anunciam compra de centenas de respiradores mecânicos, o Wilson Lima empacou nos 28 adquiridos de uma empresa onde a sede funciona uma loja de vinhos. É muito pouco para o Estado que lidera o ranking nacional de casos coronavírus por 100 mil habitantes. 

✅ Mais um pedido de impeachment

Ontem foi protocolado o terceiro pedido de impeachment do governador Wilson Lima. Agora quem quer o governador e o vice fora do governo são os presidentes dos Conselhos de Economia e o de Administração do Amazonas. Todos acusam os gestores de crime de responsabilidade. Enquanto isso, a base de apoio do Governo está cada vez menor.

✅ Wilson comparado a Hitler

O presidente da Assembleia Josué Neto, disse ontem (29) que o governo Wilson Lima age com métodos de Hitler, perseguindo funcionários que reclamam das condições de trabalho. Ele disse que o governo recusou a intervenção federal e não toma as medidas elementares para salvar vidas. 

✅ Roubo no preço dos combustíveis

O ex-diretor do Procon de Manaus, Rodrigo Guedes, postou nas redes sociais vídeos mostrando que em Itacoatiara a gasolina está sendo vendida a R$ 3,59 o litro, enquanto em Manaus os postos da mesma rede comercializam por R$ 4,35 (veja o vídeo). O preço do combustível nas refinarias foi reduzido em 50% este ano por conta da queda do preço de petróleo no mercado internacional. Nada chegou ao consumidor.

✅  “Governo caloteiro”

O deputado Wilker Barreto (Podemos) disse que nada justifica o atraso no pagamento dos profissionais de saúde no Amazonas e chamou de  Wilson Lima de “caloteiro” e de inimigo dos médicos, enfermeiros e técnicos da saúde  . Já o deputado Serafim (PSB) teme uma paralisação dos profissionais.

✅ Saullo quer Centro de Diagnóstico

O deputado estadual Saullo Vianna (PTB) defendeu que o Governo do Estado instale centros de diagnósticos precoces e de centros de encaminhamento às internações como parte das ações de combate à doença. Os centros, segundo Saullo, iriam desafogar as unidades de saúde que hoje estão com quase 100% de ocupação.

Publicações relacionadas

Prefeitura mantém agentes de trânsito nas ruas, mesmo com decreto de teletrabalho

Redação

Consulta sobre nova data do Enem começa no dia 20 de junho

Redação

Números de enterros em cemitérios públicos triplicam em abril e prefeitura disponibiliza crematório

Redação

Deixe uma resposta