Destaques Amazonas Cotidiano Manaus

Ministério da Defesa envia ao Comitê de Crise ‘Carta Aberta da Assembleia’ que reafirma pedido de intervenção federal no AM

A reafirmação da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), da necessidade de intervenção federal na Saúde do Estado, feita por meio de Carta Aberta ao povo e ao Ministério da Saúde, repercutiu junto ao Ministério da Defesa, que em resposta ao presidente da Casa, deputado Josué Neto (PRTB), informou o encaminhamento do documento ao Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19, sob a coordenação da subchefia de Articulação e Monitoramento da Casa Civil.

De acordo com ofício n◦ 11.700, assinado pelo chefe de gabinete do Ministério da Defesa, general de divisão Edson Diehl Ripoli, a iniciativa segue o Decreto n◦ 10.289, de 24 de março de 20, que concentra no Comitê as demandas relacionadas ao combate da Covid-19.

O general explicou no ofício que as Forças Armadas “iniciaram ações de apoio a Órgãos Públicos e à sociedade com foco no combate ao novo coronavírus. Desde o último dia 20 de março, Marinha, Exército e Aeronáutica atuam coordenados em função da ativação de um Centro de Operações Conjuntas (COC), situado neste Ministério, em Brasília, e dez Comandos Conjuntos, distribuí dos por todo o território nacional”.

Aprovação em Plenário virtual

No dia 20 deste mês, os deputados Abdala Fraxe, Péricles Nascimento, Belarmino Lins, Serafim Corrêa, Wilker Barreto, Adjuto Afonso, João Luiz, Dermilson Chagas, Felipe Souza, Sinésio Campos, Mayara Pinheiro, Josué Neto e Fausto Júnior aprovaram o pedido de intervenção federal na saúde do Amazonas, em votação no Plenário virtual, por terem constatado a falência do setor, administrado pela Secretaria de Saúde do Estado.

Entre as alegações dos parlamentares estão a falta de leitos em enfermarias, Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), de equipamentos de proteção individual (EPIs) nas unidades de saúde, respiradores, além da falta de transparência no uso do dinheiro público empregado para o enfrentamento da pandemia.

A Sessão foi acompanhada ao vivo por internautas, que manifestaram apoio à decisão dos parlamentares.

Recusa

Diante da recusa do Governo do Amazonas em recusar a intervenção do Governo Federal, desconsiderando o colapso da saúde em todo o Estado, os deputados voltaram a reivindicar a intervenção. A medida foi feita por meio de Carta Aberta que foi endereçada à população e ao Ministério da Saúde no último dia 26. Também foi enviada à Bancada Federal em Brasília e aos demais órgãos de fiscalização do Estado e da Federação.

Mais mortes

Considerada pelo Ministério da Saúde a capital como mais mortes proporcionais do país causadas pela Covid-19, Manaus registrou conforme a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), 409 novos casos da enfermidade. 242 pacientes estão internados e 351 foram a óbito.

Os dados estão disponíveis para consulta na conta oficial da FVS, nas mídias sociais.

Publicações relacionadas

Urgente: Estudantes de Medicina solicitam antecipação de colação de grau, para ajudar na pandemia no Amazonas

Redação

Neymar é suspenso por dois jogos após briga no Campeonato Francês

Redação

CBF define datas para retorno do futebol brasileiro e ações para evitar Covid-19

Redação

Deixe uma resposta