Cotidiano Destaques Mundo

MICROSOFT QUER ABANDONAR SENHAS E APOSTAR EM NOVAS TECNOLOGIAS

Aparentemente, acessar contas diversas digitando nome de usuário e senha é coisa do passado. Quem sugere isso é a Microsoft, que, nessa semana, divulgou que cerca de 150 milhões de usuários de serviços da empresa abandonaram a prática.

De acordo com a gigante, alternativas de login como chave de segurança de hardware combinada à tecnologia de reconhecimento de rosto ou à identificação de impressão digital do Windows Hello; chave de hardware combinada com um código PIN; ou um telefone executando o app Microsoft Authenticator, além de serem seguras, proporcionam uma experiência aprimorada.

Apostar em novas formas de acesso garante mais segurança.

Apostar em novas formas de acesso garante mais segurança.Fonte:  Pixabay 

O comunicado foi divulgado no Dia Mundial da Senha, comemorado em 7 de maio com o objetivo de disseminar a ideia das melhores práticas de proteção virtual. Cerca de 90% dos 150 mil funcionários da companhia já adotaram os novos métodos, como biometria e reconhecimento facial – e a maioria dos usuários, garante a Microsoft, está caminhando ao abandono de memorização e anotação de dados que nem sempre protegem tanto quanto deveriam.

Tais afirmações vêm dq Joy Chik, vice-presidente do setor responsável pelas soluções de identificação.

Múltiplas opções de login são também uma vantagem, já que o usuário não fica refém de um único aparelho que pode estragar ou ser extraviado. Ainda assim, autenticações do tipo, incluindo as de dois fatores, evitam que hackers se apropriem de contas facilmente. No mais, tais medidas são essenciais com a quantidade de golpes relacionados à covid-19 circulando por aí.

FONTE:tecmundo

Publicações relacionadas

Preso por roubar R$ 13 mil, homem fingiu que entregaria currículo antes de assaltar escritório no Vieiralves

Redação

O QUE SÃO TERAFLOPS E QUAL SEU PAPEL NA PRÓXIMA GERAÇÃO DE CONSOLES?

Redação

Coleta de assinaturas para partido de Bolsonaro vai até 18h deste sábado

Redação

Deixe uma resposta