Brasil

Médica xinga paciente de ‘fdp’ por ir ao pronto-socorro e é afastada

A médica Mariana de Lima Alves foi afastada de suas funções após usar as redes sociais para xingar um paciente que buscou atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Almirante Tamandaré, no Paraná, na madrugada de sábado, 21

No post, publicado em sua conta no Twitter, a profissional reclamou da presença do paciente. “Tem que ser muito FILHA DE UMA P*** pra vir 1 da manhã no pronto socorro por conta de infecção urinária viu. Não tem outra expressão pra descrever (sic)”, escreveu a profissional de saúde em sua rede social no último sábado.

A prefeitura de Almirante Tamandaré lamenta o ocorrido e informa que a médica é contratada de uma empresa terceirizada e trabalha em esquema de plantão às terças na UPA. Um trecho da nota diz ainda que “se comprovada conduta irresponsável, que fere os princípios éticos do exercício da profissão, a mesma será desligada da equipe de plantonistas”.

O Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) caracterizou os comentários da profissional como desrespeitoso e decidiu abrir uma sindicância para investigar a conduta da médica. “O trâmite ocorre sob sigilo, em respeito ao direito de ampla defesa e contraditório. O Conselho reafirma agir com zelo na preservação dos valores hipocráticos.”

Após a postagem viralizar, usuários da rede encontraram e compartilharam outras publicações de Mariana com xingamentos a pacientes. Diante da exposição, a médica bloqueou sua conta no Twitter. A equipe Terra tentou contato com Mariana, mas ela não foi encontrada.

Publicações relacionadas

Detento é flagrado ao tentar fugir pelo telhado de delegacia no Amazonas

Redação

Youtuber que viajava de motorhome pelo Brasil é encontrada morta

Redação

Brasileiros serão liberados da quarentena neste domingo

Redação

Deixe um comentário