Amazonas Destaques Manaus

Manaus recebe novas doses para vacinar 54,4 mil idosos de 60 a 69 anos contra a Covid-19


A Prefeitura de Manaus recebeu nesta sexta-feira, 26/2, o total de 64.440 mil doses de vacinas CoronaVac e AstraZeneca para dar continuidade à campanha de imunização contra a Covid-19 na capital. As doses, destinadas a 100% dos idosos de 65 a 69 anos e a 10,2% dos que têm entre 60 e 64 anos, fazem parte das novas remessas do Ministério da Saúde (MS) para a capital. Os imunizantes foram entregues ao município pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) e serão conferidos e registrados pela Divisão de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para que, na próxima segunda-feira, 1º/3, seja iniciada a vacinação dos novos grupos prioritários, conforme previsto pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.  Os primeiros a ser vacinados serão os de 69 anos.

“É com esperança que recebemos mais essas doses,  porque elas nos permitem avançar no combate ao coronavírus e na redução do potencial devastador dessa pandemia”, comemorou o prefeito David Almeida, destacando que Manaus está na liderança entre os municípios, com mais de 129 mil doses aplicadas desde que a vacinação teve início, em 19 de janeiro, priorizando trabalhadores da saúde, idosos de 70 anos, idosos residentes em instituições de longa permanência, pessoas com deficiências internadas em unidades assistenciais e indígenas aldeados.

A remessa entregue a Manaus inclui 49.940 doses do imunizante Astrazenca/Oxford, distribuído pela Fiocruz, das quais 47.564 são para vacinar a população de 65 a 69 anos; e o restante, para  reserva técnica (5%). Também foram entregues 14.500 doses de CoronaVac/Sinovac, distribuída pelo Instituto Butantan, para vacinar, com a primeira e a segunda doses, 6.905 pessoas de 60 a 64 anos (10% da população dessa faixa etária) e mais 5% para reserva técnica.  Somadas, serão imunizadas nesta etapa 54.469 pessoas.

A secretária municipal de Saúde interina, Aline Rosa Martins, afirma que a Semsa está preparada para a nova etapa da imunização e poderá atender todo o grupo de 65 a 69 anos em uma semana, além de manter a vacinação dos remanescentes dos grupos anteriores de idosos e trabalhadores da saúde. Ela informa que, para isso, serão usados nove pontos de vacinação, dos quais seis, para atendimento dos idosos e três, para os trabalhadores da saúde que já estão recebendo a segunda dose.

Operacionalização

Nesta nova etapa da campanha, os idosos serão atendidos por idade, em ordem decrescente, começando pelos que têm 69 anos completos. A chefe da Divisão de Imunização da Semsa, Isabel Hernandes, explica que será destinado um dia para cada idade, completando o período de segunda a sexta-feira. O sábado será reservado para a vacinação dos que não puderam comparecer aos postos durante a semana. As 6,9 mil pessoas do grupo de 60 a 64 anos serão atendidas na semana seguinte, em cronograma a ser divulgado posteriormente. “Com as doses recebidas serão contemplados todos os idosos de 65 a 69 anos, além dos 10% dos que têm entre 60 e 64 anos, e os 90% restantes dessa faixa etária serão atendidos conforme o envio das novas vacinas pelo Ministério da Saúde”.

Parte do atendimento aos novos grupos será agendado de modo eletrônico, por meio do Imuniza Manaus. O sistema foi aberto para cadastramento dessa faixa etária na última segunda-feira, 22/2, e vai continuar a receber inscrições. Isabel destaca que a inscrição não é obrigatória, mas os cadastrados terão a oportunidade de ir ao posto de vacinação com data e hora marcadas, reduzindo o tempo de espera e do próprio atendimento, já que seus dados constam no sistema e precisam ser apenas conferidos.

Para receber a vacina, o idoso deve apresentar documento de identidade original com foto e CPF, tendo ou não feito o cadastro antecipado pelo sistema eletrônico Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br/). Não devem ser vacinados os que estiverem com sintomas gripais ou com qualquer doença na fase aguda. Nos casos de Covid-19, suspeitos ou confirmados, o usuário precisa aguardar 30 dias após o início dos sintomas para ser imunizado. A população estimada de idosos de 65 a 69 anos residentes em Manaus é de 47.564 pessoas e de 60 a 64 anos, de 67.694.

Segundas doses

Além das primeiras doses para o novo grupo, a Semsa segue vacinando os remanescentes dos grupos anteriores e continua com a campanha de segunda dose para os que estiverem prontos para completar o ciclo de imunização, de acordo com o intervalo entre as doses definido pelos laboratórios fabricantes. Mais de 11 mil trabalhadores da saúde já receberam as duas doses da vacina e outros 40 mil estão agendados até o momento para receber a segunda. Os trabalhadores da saúde foram imunizados, predominantemente, com a CoronaVac, que estabelece de 14 a 28 dias para a segunda dose. Já os idosos receberam, de forma prioritária, a AstraZeneca, cujo intervalo entre doses é de oito a doze semanas.

Cronograma de Vacinação

Segunda, 1º/3 – Pessoas com 69 anos

Terça, 2/3 – Pessoas com 68 anos

Quarta, 3/3 – Pessoas com 67 anos

Quinta, 4/3 – Pessoas com 66 anos

Sexta, 5/3 – Pessoas com 65 anos

Sábado, 6/3 – Pessoas de 65 a 69 que não puderam se vacinar durante a semana

Postos de Vacinação abertos de segunda a sábado, das 9h às 16h, para idosos e trabalhadores da saúde:

Zona Norte

Complexo de Treinamento de Direção Veicular do Detran – AM

Avenida Arquiteto José Henriques Rodrigues, 962 – Colônia Terra Nova

Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola

Rua Gandú, 119 – Cidade Nova

Zona Sul

Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Avenida Silves, 2.222- Crespo

Estacionamento da Universidade Paulista (Unip) – a partir de segunda-feira (1º/3)

Avenida Mário Ypiranga, 3.490 – Parque Dez de Novembro

Zona Leste

Clube do Trabalhador do SESI

Avenida Cosme Ferreira, 7.399 – São José I

Zona Oeste

Balneário do Sesc

Avenida Constantinopla, 288 – Alvorada

— — —

Texto – Andréa Arruda/Semsa

Fotos –  Divulgação / Semsa

Publicações relacionadas

URGENTE: PF cumpre mandados de prisão, busca e apreensão nesta sexta em Manaus

Redação

Governo do Amazonas aguarda contratação de profissionais recrutados e enviados ao estado pelo Ministério da Saúde

Redação

Deputado denuncia situação precária no IML e pede reestruturação do órgão

Redação