Amazonas Destaques Manaus

Maia gasta R$ 54 mil e mostra só um projeto

Ainda em relação aos gastos do Cotão, nos meses de fevereiro e março, os gastos com uso da cota também se concentraram em aluguel de carro e combustível. Em fevereiro, Sandro Maia, gastou R$ 9 mil para alugar carro e mais R$ 4.650 em combustível. Outro gasto registrado em fevereiro, pelo vereador, foi para divulgar atividades parlamentar, no valor de R$ 4.350.

Em março, Sandro Maia continuou gastando R$ 9 mil com locação de veículos; R$ 4 mil em combustível; R$ 2,3 mil para assessoria de consultoria técnica; e, por fim, R$ 2,7 mil para divulgação de atividade parlamentar.

Apesar de ter gasto R$ 54 mil no primeiro trimestre, o vereador apresentou um único projeto de lei com objetivo de considerar de utilidade pública a Fundação Matias Machline (FMM). Para justificar a proposta, o Sandro Maia alega que a Fundação “completará 35 anos no dia 6 de abril de 2021”.

Outra característica do parlamentar é se manifestar pouco durante as sessões plenárias na CMM. Em geral, Sandro Maia fala apenas quando pede aparte durante discurso de outros colegas na Casa Legislativa.

Investigação
O vereador – quando era gestor do Instituto Nacional da Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Amazonas – assinou convênio alvo de investigação pela Polícia Federal, no âmbito da operação ‘Ínvio’ que investiga esquemas de fraudes e corrupção no âmbito da prefeitura de Rio Preto da Eva.

De acordo com a investigação, o prejuízo ao cofres públicos, em razão do pagamento por serviços não executados, inacabados ou de péssima qualidade, alcança o valor de R$ 4.883.814,06.

O convênio custou aos cofres públicos em 2017 valor de R$ 17 milhões, segundo dados do Portal da Transparência do governo federal, e o intuito do uso dessa verba seria para a implantação e recuperação de infraestrutura básica em projetos de assentamento rurais, ou seja, pavimentação de ramais do município, e que foram repassados para duas empresas.

Fonte: D24am. Leia mais em https://d24am.com/politica/maia-gasta-r-54-mil-e-mostra-so-um-projeto/

Publicações relacionadas

Pontos fixos de imunização em Manaus receberam vistoria de comissão fiscalizadora neste sábado, 27/2

Redação

Osmar Terra solta nota e nega notícia sobre suposto caso com Michelle Bolsonaro

Redação

Polícia isola frente da Assembleia Legislativa onde está programada manifestação pela reabertura de atividades comerciais

Redação

Deixe uma resposta