Manaus Polícial

Madrasta suspeita de envenenar enteados é acusada de matar criança de 6 anos

Cíntia Mariano, a mulher que está presa sob suspeita de envenenar dois enteados de 16 e 22 anos, também pode ter matado uma criança de 6 anos. Em todos os casos, a raiva da mulher pelas vítimas é motivada por ciúmes dos companheiros.

A informação foi repassada pelo próprio filho da acusada, que também contou à polícia sobre a suposta confissão dela a respeito do envenenamento dos filhos do atual marido.

No caso da criança de 6 anos, o rapaz revelou que ela era sua irmã por parte de pai e que a mãe não gostava dela. O crime teria ocorrido há cerca de 20 anos.

O delegado Flávio Rodrigues, que investiga o caso, conta que ao ser presa, Cíntia tentou desmentir o filho e ainda atribuiu a ele a autoria dos envenenamentos de Fernanda e Bruno, os jovens envenenados recentemente.

Contudo, até o momento, os indícios apontam para ela como principal suspeita da tentativa de homicídio não só dos enteados, como também de um ex-namorado e de um vizinho.

Os dois morreram em 2018 e 2020, respectivamente, em circunstâncias duvidosas. Eles apresentaram os mesmo sintomas dos enteados de Cíntia e ambos tinha patrimônios que foram requeridos pela acusada.

Publicações relacionadas

Arcebispo pede a vereadores de Manaus que não aumentem seus salários

Redação

Comissão do Impeachment notifica governador Wilson Lima e o vice Carlos Almeida

Redação

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Redação

Deixe um comentário