Amazonas Destaques Manaus

Leilão que arrematou sede do Rio Negro Clube é suspenso

Manaus/AM – O leilão que arrematou a sede do Atlético Rio Negro Clube foi suspenso, ontem (30). A decisão foi proferida pela juíza Maria de Lourdes Montenegro do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região. 
Sonho e pesadelo na eleição de 2022 no Amazonas 

‘Os efeitos suspensivos seguem valendo até o trânsito em julgado dos embargos’, de acordo com a decisão. 

Voltou atrás

O presidente do Atletico Rio Negro Clube, Jefferson Oliveira, entrou com uma ação judicial pedindo a nulidade do processo de leilão, que envolve a sede, arrematada do dia 22 de março, no valor de R$ 3,6 milhões, pelo pelo empresário sul-coreano Sung Un Song, diretor da Digitron.

Jefferson alega que o valor do arremate foi abaixo dos 50% que valia o patrimônio,  R$ 9 milhões, e que está no prazo para entrar com a ação.

Publicações relacionadas

Mário Abrahim, vereadores e Dra Rogéria, apontada como possível secretária de saúde, visitam hospital em Itacoatiara

Redação

David anuncia equipe de transição e Rotta acumulará Infraestrutura

Redação

TCE vai apurar contrato na Susam

Redação