Amazonas Política

Lei do deputado Roberto Cidade regula sobre reposição gratuita de hidrômetros furtados

Lei do deputado Roberto Cidade regula sobre reposição gratuita de hidrômetros furtados

Problema comum em todo o País e que, normalmente, penaliza o consumidor duas vezes, o furto de hidrômetros passa a contar com uma legislação específica no Amazonas, a partir da sanção Lei nº 5.900, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), deputado Roberto Cidade (UB), que regula sobre a reposição gratuita do equipamento, por parte da concessionária prestadora do serviço.

“Antes, além de ficar sem o fornecimento regular de água, o morador ainda tinha que arcar com as despesas de instalação de outro hidrômetro. A partir de agora não. De posse do Boletim de Ocorrência (BO), o morador faz a solicitação e o restabelecimento do serviço deve ocorrer 48 horas, no máximo. O descumprimento da determinação resultará em multa à concessionária.  Considero essa lei mais uma vitória da legislação do consumidor”, afirmou.

Com a lei, os usuários do serviço de água e esgotamento sanitário da concessionária, que forem vítimas de furto de seus hidrômetros terão a reposição do equipamento feita, de forma gratuita, por parte da empresa que explora o serviço.

Para ter acesso à gratuidade é necessário o registro de BO, com informações referentes aos dados do usuário bem como o endereço do imóvel e o número da matrícula existente na fatura.

“Infelizmente os roubos acontecem para retirada do cobre e o usuário depois tem que arcar com os custos para repor, no prazo que eles quiserem. Agora, a concessionária terá de repor gratuitamente e com prazo estabelecido. A empresa, no caso a Águas de Manaus, terá 48 horas, a partir da data do requerimento, para repor o hidrômetro. É preciso fazer justiça a quem nada tem a ver com as razões do furto”, falou.

Conforme previsto, o descumprimento dessa Lei sujeitará o responsável, no caso, a concessionária, ao pagamento de multa, aplicada nos termos dos artigos 56, I e 57, parágrafo único do Código de Defesa do Consumidor, a ser revertida ao Fundo Estadual de Defesa do Consumidor (FUNDECON).

Publicações relacionadas

Governador do Amazonas confunde gestão com ‘algo ditatorial’, diz presidente do TCE

Redação

No aniversário de 70 anos, TCE-AM ergue monumento em homenagem às vítimas da Covid e profissionais de saúde

Redação

Em convenção realizada na noite desta terça-feira (15), o capitão da Polícia Militar (PM-AM), Carpegiane Andrade, oficializou sua pré-candidatura ao cargo de vereador do município de Manaus pelo partido Republicanos

Redação

Deixe um comentário