Amazonas Manaus Polícial

Laudos indicam que mulher suspeita de matar avó queimada sofre de esquizofrenia

Manaus/AM – Familiares de Cíntia Monteiro Rocha, 36, suspeita de matar a avó carbonizada na última segunda-feira (13), no Cacau Pirêra, apresentaram uma série de documentos à polícia que indicam que a mulher sofre de transtornos mentais.

De acordo com o marido, Cíntia sofre de esquizofrenia e teve um surto na ocasião do crime. Entre os documentos entregues ao delegado Orlando Amaral, estão receituário, laudos e exames.

Segundo o delegado todo o material deve ser encaminhado à Justiça para ser analisado por especialistas. Nesta terça-feira (14), a juíza de Direito Aline Kelly Ribeiro Marcovicz, titular da 1ª Vara da Comarca de Iranduba, determinou a instauração de incidente de sanidade mental da mulher.

Caso seja comprovado que ela possui alguma deficiência mental que possa ter influenciado no crime, Cíntia poderá ser considerada inimputável e não responderá pelo assassinato da avó de 91 anos.

Publicações relacionadas

Luciano Hang tem conta suspensa pelo Twitter durante visita a Manaus

Redação

David Almeida e Marcos Rotta anunciam solução para problema de drenagem na avenida João Valério

Redação

Após atraso inicial, nanossatélite brasileiro é lançado com sucesso

Redação

Deixe um comentário