Amazonas Destaques Manaus

Justiça suspende decisões que obrigam Amazonas a fornecer leitos a pacientes com Covid-19

A Justiça do Amazonas suspendeu 78 decisões judiciais que determinavam que o estado deveria fornecer leitos clínicos ou de UTI a pacientes com Covid-19. A decisão, da quarta-feira (10), é do desembargador Domingos Jorge Chalub Pereira, presidente do Tribunal de Justiça.

Na sentença, Pereira explica que as ações que têm o mesmo objeto podem ser suspensas em uma única decisão, bastando que o pedido original seja acrescentado. O magistrado explica que os processos possuem o mesmo objeto de uma ação suspensa que previa o fornecimento de leitos clínicos e de UTI’s e transferências em UTI aérea, para pacientes acometidos pela COVID-19 em Tefé.

“Analisando os autos, verifico estarem presentes os requisitos estabelecidos em lei para a extensão dos efeitos da decisão suspensiva de liminar já proferida nos presentes autos”, diz o texto.

Para Pereira, as diversas liminares concedidas nos processos prejudicam a execução do plano de contingenciamento elaborado pelo governo do estado para fornecer leitos e transferir pacientes graves para unidades de saúde de Manaus ou de outros estados. Ele reforça que somente o estado pode determinar a prioridade no fornecimento de serviços médicos para pacientes com Covid-19, independentemente do município em que se encontre.

Pereira afirma que as decisões, muitas vezes, priorizam pacientes que não se encontram em estado avançado da doença, retirando a prioridade de pacientes extremamente graves.

Transferência de pacientes do Amazonas para outros estados acontece desde 16 janeiro — Foto: Divulgação

Transferência de pacientes do Amazonas para outros estados acontece desde 16 janeiro — Foto: Divulgação

Publicações relacionadas

‘Manaus nunca viu um volume de obra tão grande’, afirma prefeito Arthur Neto

Redação

Prefeito de Manaus entrega quadra poliesportiva do conjunto Jardim Petrópolis revitalizada

Redação

Mais de 6 mil trabalhadores da saúde já receberam a segunda dose da vacina contra a Covid-19 em Manaus

Redação

Deixe uma resposta