Manaus Destaques Polícial

Justiça nega habeas corpus a tio que dopou e estuprou sobrinha em Manaus

Manaus/AM – A Justiça do Amazonas indeferiu no início deste ano, um pedido de habeas corpus solicitado pelo advogado do enfermeiro defesa de Anderson Magno Barros da Silva, 40. 

O enfermeiro é suspeito de dopar e estuprar a própria sobrinha, Aline Alves de Melo, 14, em outubro de 2019.

Na ocasião do crime, a jovem acabo morrendo após engasgar no próprio vomito. Ele segue preso em uma unidade prisional. 

FONTE:portaldoholanda 

Publicações relacionadas

A DECADÊNCIA DO CENTRO HISTÓRICO DE MANAUS

Redação

Caso Mari Ferrer: ‘estupro culposo’ inocenta empresário e gera revolta na internet

Redação

Arthur Virgílio Neto agradece Bolsonaro pelo projeto ‘Hora da Merenda’ se tornar realidade

Redação

Deixe uma resposta