Manaus Destaques Polícial

Justiça nega habeas corpus a tio que dopou e estuprou sobrinha em Manaus

Manaus/AM – A Justiça do Amazonas indeferiu no início deste ano, um pedido de habeas corpus solicitado pelo advogado do enfermeiro defesa de Anderson Magno Barros da Silva, 40. 

O enfermeiro é suspeito de dopar e estuprar a própria sobrinha, Aline Alves de Melo, 14, em outubro de 2019.

Na ocasião do crime, a jovem acabo morrendo após engasgar no próprio vomito. Ele segue preso em uma unidade prisional. 

FONTE:portaldoholanda 

Publicações relacionadas

40 pessoas são indiciadas por esquartejar e queimar corpo de suspeito que estuprou e matou criança no interior do AM, diz SSP

Redação

Após cobrar do Governador Wilson Lima a Lei do Gás, tenho recebido questionamentos vindo de A Crítica, jornal ligado ao governador, sobre os contratos da Assembleia Legislativa.

Redação

Sikêra Jr já tem data para seu retorno, veja

Redação

Deixe uma resposta