Amazonas Destaques Manaus

Juizados Especiais de Manaus proferiram mais de 8 mil sentenças em setembro

Manaus – Mesmo atuando de forma remota em decorrência das medidas de distanciamento social impostas pela pandemia da Covid-19, os Juizados, com o apoio da tecnologia, ampliaram a produtividade em relação ao início da suspensão do atendimento presencial.

Os Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Tribunal de Justiça do Amazonas, que funcionam na capital, proferiram 8.684 sentenças no último mês de setembro. O número representa um aumento de 84,17% na produtividade desses Juizados, em comparação com abril deste ano, logo no início da suspensão do atendimento presencial, em decorrência da pandemia de Covid-19, e quando foram registradas 4.715 sentenças.

O número representa um aumento de 84,17% na produtividade desses Juizados, em comparação com abril deste ano (Foto: Divulgação)

A Coordenadoria-Geral dos Juizados Especiais, que tem à frente o desembargador José Hamilton Saraiva dos Santos, atribui o resultado às adaptações que foram feitas com a anuência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) – que viabilizou a utilização de plataformas digitais, como o Cisco Webex, disponibilizado pelo próprio Conselho – para a realização das audiências virtuais de julgamento.

As atividades presenciais no Judiciário Estadual foram suspensas no final de março, como medida de prevenção ao avanço da Covid-19 no Amazonas e também em função da declaração de pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS), assim como em cumprimento às recomendações dos órgãos de saúde nacionais e internacionais, além do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Publicações relacionadas

Prefeito entrega novas UBSs Móveis para atuar em locais de vulnerabilidade

Redação

Amazonas deve receber mais de R$ 4 milhões para cirurgias eletivas do SUS, diz Ministério da Saúde

Redação

Cratera se abre em rua do Centro de Manaus, e prédios correm risco de desabar

Redação

Deixe uma resposta