Amazonas Destaques Manaus

Jovens contemplados em projeto da prefeitura apresentam espetáculo de dança

Projeto selecionado e contemplado no edital do programa “Manaus Faz Cultura”, da Prefeitura de Manaus, por intermédio do Conselho Municipal de Cultura (Concultura), e apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), “Dança Manaus” chega na reta final, com a apresentação dos 32 alunos participantes, no próximo sábado, 9/4, às 19h, no Teatro da Instalação, Centro. O espetáculo contará com danças neoclássica e urbana.

Para o presidente do Concultura, Tenório Telles, a apresentação era um sonho impensável para muitas das crianças e jovens do projeto, que vão ter uma oportunidade especial em suas vidas. “A partir dessas oficinas, as vidas dos jovens podem ser transformadas e oportunidades surgirem em termos de aprimoramento artístico e humano”, avaliou.

As atividades do Dança Manaus foram realizadas no InCena Centro de Artes, localizado no Coroado, zona Leste, espaço com estrutura adequada para as práticas propostas. A duração do projeto foi de quatro meses, e contou com a participação especial das integrantes do projeto “Educar Para Envelhecer”, também do bairro do Coroado, coordenado pela professora Cláudia Abayomi.

A proposta do Dança Manaus foi a de democratizar as vivências estéticas na área da dança, por meio da realização de um intercâmbio cultural para adolescentes, moradores da zona Leste.

Foram oferecidas aulas teórico-práticas de duas técnicas de dança, com o desenvolvimento de coreografias e a apresentação do produto de cada turma em uma mostra pública.

Os alunos contemplados vivenciaram todas as etapas contidas em um processo artístico, realizado por meio da participação no processo de montagem coreográfica e que culminará na mostra.

A coordenadora do projeto é diretora e fundadora do InCena Centro de Artes, a professora de ballet clássico, Verlene Mesquita, mestranda do curso de Artes, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), e com formação pela Royal Academy of Dance, como bailarina clássica. 

“Enquanto professora, percebo que esse projeto foi uma oportunidade de troca de saberes, e que muitos aspiram oportunidades assim, de estudar a dança, conhecer a arte, de forma efetiva. Para nós, enquanto produtores e colaboradores desse tipo de projeto, é um sonho poder fomentar mais oportunidades assim. Sinceramente gostaríamos que fosse constante, para poder garantir a esses jovens, uma formação artística com mais qualidade de tempo”, destacou.

Publicações relacionadas

Idosos de 69 anos devem consultar o ‘Imuniza Manaus’ para saber data e local de vacinação

Redação

Com comitê de atenção ao coronavírus criado em Manaus, secretário de saúde diz que ‘Não há motivo para pânico’

Redação

Vitíma atropela e quebra pernas de dupla que fazia arrastões, em Manaus.

Redação

Deixe um comentário