Amazonas Destaques Manaus

Josué pede providências da Secretaria de Segurança Pública sobre o roubo de notebook com dados da CPI da Saúde

O relator da CPI, deputado Fausto, qualificou como suspeito o roubo, porque havia outros objetos de valor no carro, que foram deixados”.

“Nós vamos tomar todas as providências possíveis no sentido de que informações, ainda confidenciais, não caiam em mãos erradas”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PRTB) nesta quinta-feira (2), sobre o roubo do notebook de uma assessora jurídica da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde e Coronavírus (COVID-19) no Estado.


O notebook foi roubado nesta quinta-feira (3) do carro da advogada que trabalha na relatoria da CPI. O notebook tinha o relatório dos depoimentos coletados até agora pela comissão, bem como informações que, por motivos de segurança, ainda não foram divulgadas.


O caso foi registrado no 19º. DP, no bairro da Ponta Negra. O relator da CPI, deputado estadual Fausto Jr. (PV), disse que o roubo ocorreu em condições suspeitas. “No veículo havia outros objetos de valor, porém os criminosos só tiveram interesse pelo notebook da CPI”, denunciou o deputado.


Segundo o parlamentar, todos os relatórios, documentos sigilosos e cópias em vídeo dos depoimentos tinham cópias em outros computadores. “Quero dizer aos criminosos que temos backup de todo material roubado. O trabalho da CPI não vai parar”, acrescentou Fausto.

Publicações relacionadas

Maioria na ALE ignora denúncias no Governo

Redação

Com recuperação de R$ 244 milhões, Governo do Amazonas reduz dívidas e reforça repasses a municípios e poderes

Redação

Quarteto troca tiros com a polícia e é apreendido com armas e drogas; um foi baleado

Redação

Deixe uma resposta