Amazonas Destaques Manaus

Jornalista Alex Braga, do programa AMAZONAS DIÁRIO, sofre atentado ao sair do trabalho

Manaus – O jornalista Alex Braga, apresentador do programa AMAZONAS DIÁRIO, do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC), foi alvo de um atentado, na noite desta quinta-feira (23), após deixar a sede da empresa. O carro do comunicador sofreu uma forte colisão proposital na traseira, por volta das 21h15, na Avenida Djalma Batista, bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus. Após a batida, ele foi agredido a socos. O estado de saúde dele é estável.

Foto: Carlos Nascimento/GDC

O carro de Alex foi atingindo por um Jeep, de cor azul, de placa não identificada. Ao sair do veículo, o apresentador foi agredido por dois homens que o intimidaram e mostraram as armas na cintura. Um outro veículo, modelo Ônix, de cor branca, que acompanhava o Jeep, também participou da ação, ao parar próximo do veículo do apresentador, e deu cobertura na ação.

“Quando vinha aqui (pela via), veio outro (homem) por de trás de mim e me deu um murro. Eu fui para cima dele para me defender. Ele pensou que eu ia revidar e me intimidou, dizendo: ‘Ei, ei, não reage, se não vou te matar’, relatou o apresentador. “Tu tá devendo muita gente e tá falando demais no teu programa”, ameaçou um dos agressores.

Alex Braga disse ainda que ao fim da intimidação, os suspeitos, que eram altos e fortes, fugiram do local, nos dois carros. “Eu pedi ajuda em um loja de conveniência, e os funcionários me ampararam”, concluiu.

Represálias?

O atentado aconteceu após série de denúncias do programa AMAZONAS DIÁRIO, que revelou as investigações sobre fraudes em contratos milionários envolvendo as diversas secretarias do Governo do Amazonas, em especial a de Saúde, com ampla cobertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Estado (ALE). O programa também cobriu todo o desdobramento da operação Sangria, que resultou na prisão da secretária da pasta, além de empresários e servidores.

A tentativa de intimidar o tradicional GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO fere a liberdade de imprensa e os preceitos do estado democrático de direito, e ainda atinge, diretamente, toda a sociedade amazonense, motivo pelo qual o jornalista exige a rigorosa apuração dos fatos por parte das autoridades policiais.

Publicações relacionadas

IPHONE 12 PRO TERÁ QUATRO CÂMERAS TRASEIRAS, DIZ RUMOR

Redação

TCU confirma inclusão do Amazonas no leilão da ANP, mas Estado não tem lei apropriada, diz Josué

Redação

Presidente Jair Bolsonaro elogia Josué Neto e reconhece sua luta em defesa do Amazonas

Redação

Deixe uma resposta