Amazonas Destaques Manaus

Japão quer começar a vacinar contra coronavírus no 1º semestre de 2021

Tóquio – O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão elaborou um plano para tornar mais rápido o processo até que vacinas contra o novo coronavírus possam ser usadas na prática. A ideia é acelerá-lo ao incentivar, de maneira simultânea, tanto a pesquisa e o desenvolvimento quanto a produção.

O ministério reservou cerca de US$ 455 milhões em subsídios para instituições envolvidas no desenvolvimento de vacinas, como parte de uma segunda proposta de orçamento suplementar para o ano fiscal atual.

A pasta também reservou cerca de US$ 1,3 bilhão em verbas extras para incentivar empresas privadas a investir em unidades de produção de vacinas.

Autoridades de saúde afirmaram a representantes de partidos governistas que esperam poder começar a vacinar a população contra o novo coronavírus na primeira metade do próximo ano. Ao mesmo tempo em que incentivam investimentos na capacidade de produção, eles também querem facilitar o processo de aprovação da vacina.

Expectativa do governo japonês é vacinar a população contra o novo coronavírus na primeira metade do próximo ano (Foto: Divulgação/ABr)

Publicações relacionadas

Lei Klara Castanho é criada no Amazonas para garantir sigilo sobre doações de bebês

Redação

‘A reconstrução econômica virá pela democracia’, diz Arthur Virgílio, em webcongresso de direito municipal

Redação

Prefeito decreta ponto facultativo na sexta-feira, 30/10, e parabeniza servidores por atuação incansável

Redação

Deixe um comentário