Amazonas Cotidiano Destaques Manaus

HOSPITAL PARTICULAR DO AMAZONAS COMEMORA 10 CURADOS DO VÍRUS CHINÊS E OITO DIAS SEM INTUBAR

Samel comemora dez curados de Coronavírus, usando método alternativo à intubação O hospital da rede privada Samel anunciou, neste sábado (04/04), a cura de dez pacientes contaminados pelo Coronavírus. “Eles fizeram a Ventilação Não-Invasiva (VNI) e já estão em casa”, anunciou, em vídeo, o diretor-técnico do hospital, Daniel Fonseca. A VNI é feita numa cápsula, manobrada pelos fisioterapeutas Manoel Santana de Amorim e Elton Rico Souza da Silva.

Os pacientes são ventilados, sem necessidade de intubação. O método foi criado numa parceria com o Serviço Nacional da Indústria (Senai), a Transire Fabricação de Equipamentos Ltda. e o hospital. “É um trabalho de mais de mil pessoas”, afirma Luís Alberto. A Transire conseguiu autorização, na Justiça Federal, para aplicação do percentual de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em projetos contra Covid-19. O valor seria, normalmente, repassado à Suframa. O trabalho está sendo feito através do Instituto Transire.

O total disponível é de R$ 25 milhões.   CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE           Sem intubar e já extubando O diretor administrativo da Samel, Luís Alberto Nicolau, disse também que o hospital não intuba ninguém há oito dias. “Dos dois pacientes que foram intubados, antes do novo método, um já foi extubado. O outro devemos extubar nos próximos dias”, revela. A intubação é o método recomendado, no protocolo de pacientes com Coronavírus.

A extubação é a retirada do tubo endotraqueal do paciente. “A intubação orotraqueal exige tempo de, no mínimo, 15 dias. Os pacientes evoluem para traqueostomia (respiração por um furo no pescoço). E vão do padrão de vidro fosco para consolidação pulmonar, rabdomiólise, hepatite e encefalite. Com a VNI, nós estamos conseguindo dar alta em cinco dias”, diz Daniel Fonseca.  

Por Marcos Santos Ministério da Saúde prospecta O diretor-técnico da Samel revelou que recebeu ligação do secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE), do Ministério da Saúde, Denizar Viana de Araújo. “Ele procurava informação sobre nosso método e iniciou os trâmites para contato com o Ministério da Saúde”, disse. Denizar classifica a secretaria que dirige como o “Ministério da Saúde do Amanhã” e tem procurado, justamente, novas invenções. A Samel tem hoje 22 pacientes internados com diagnóstico confirmado por exames de Coronavírus. Até ontem (03), quatro haviam recebido alta. O número subiu para dez neste sábado.

Publicações relacionadas

Perseguição tem colisões e bandidos presos na noite desta quarta

Redação

Morre primeira vítima suspeita do novo coronavírus no Brasil

Redação

Terceirizado desvia merenda de alunos para a própria casa, em Manaus

Redação

Deixe uma resposta