Amazonas Destaques Manaus

” HOSPITAL DE CAMPANHA É SO QUESTÃO DE MARKETING” MORRE O PACIENTE QUE TEVE NEGADO O ATENDIMENTO NO HOSPITAL DE CAMPANHA DO GOVERNO DO ESTADO

O paciente Geovane Reis do município de Manacapuru, faleceu na manhã deste domingo (19) no Hospital Delphina Aziz em Manaus, vítima do coronavírus.

A filha de Geovane, Gessica Matos desabafou nas suas redes sociais após ter passado por um momento traumático, ao não ter seu pai atendido naquele que seria o Hospital de Campanha inaugurado pelo Governador Wilson Lima na última sexta-feira.

“Pela sacanagem de ontem e omissão de socorro do Hospital Nilton Lins O TAL HOSPITAL CAMPANHA DO Wilson Lima MENTIROSO que se recusou a atender ele em estado grave, a equipe de UTI móvel de parabéns q não abandonou meu pai um minuto e juntos fomos para o Delfina entrar com ele na marra graças a este médico da UTI q se responsabilizou por ele lá dentro e ajudar ele até o último minuto. Hoje o estresse de ontem custou a vida dele q não podia demorar o socorro… FIZEMOS TUDO P ELE SAIR DESSA, mas não foi possível. Meu pai está no céu agora! Longe desse mundo cruel !! 😭😭♥️” disse Gessica, filha de Geovane Reis.

HOSPITAL DE CAMPANHA DO GOVERNADOR WILSON LIMA, É SÓ DE FACHADA E MARKETING.

Inaugurado pelo Governador Wilson Lima na sexta-feira (18), o Hospital de Campanha da Nilton Lins, não passa de puro marketing. O governador havia informado na mídia, que o hospital teria 16 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 66 leitos clínicos para atendimento exclusivo a pacientes com COVID-19, mas a realidade não é essa.

Após ter o atendimento negado, o paciente de Manacapuru ficou rodando dentro de uma UTI móvel, sem ter um destino certo para ser atendido, até que conseguiu uma vaga no Hospital Delphina Aziz e infelizmente veio a óbito na manhã deste domingo.

Publicações relacionadas

Mala com suspeita de bomba é encontrada em agência da Caixa no Educandos

Redação

Morre empresário Uyrandê Castro vítima de complicações da Covid-19

Redação

URGENTE: TRE põe pra andar processo que pede cassação de Wilson Lima e Carlos Almeida

Redação

Deixe uma resposta