Amazonas Destaques Manaus

Homem é preso suspeito de enganar pessoas com falso aluguel de apartamento e leilão de carros; prejuízo chega a R$ 140 mil

Um homem, de 24 anos, foi preso nesta quinta-feira (27), suspeito de enganar pessoas com falso aluguel de um apartamento, além de fingir ser funcionário da Receita Federal e atrair vítimas, para falsas vendas de veículos de leilão. Em Manaus, a polícia identificou cinco boletins de ocorrência contra o homem.

De acordo com a Polícia Civil, o prejuízo às vítimas até esta quinta-feira (27) chegava a R$ 140 mil.

Conforme o titular do 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegado Guilherme Torres, as vítimas do suspeito eram pessoas próximas a ele. O homem agia em, pelo menos, dois tipos de golpes: o aluguel “falso” de um apartamento e venda de carros de leilão, que não existiam.

O homem alugava para várias pessoas o mesmo apartamento, localizado no bairro Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus. Segundo a polícia, o aluguel era ofertado por valores entre R$ 1,5 mil e R$ 2 mil, em um site de compra e venda de produtos.

As vítimas procuraram a polícia para registrar as denúncias após perceberem o golpe.

“Ontem soubemos que ele iria alugar, de novo, o mesmo apartamento para uma outra pessoa no valor de R$ 1.700,00. Fomos até o local, esperamos o momento oportuno, ele recebeu o dinheiro da vítima, e efetuamos a prisão em flagrante”, contou.

Ainda segundo o delegado, o suspeito age com a ajuda de mais três pessoas que já são investigadas e serão alvos de uma próxima operação.

Além da capital, a polícia disse que há mais de dez vítimas do suspeito no município de Jutaí.

Em outro golpe, o delegado disse que o suspeito se apresentava como funcionário da Receita Federal e conseguiria carros de leilão com um valor acessível.

Ao G1, uma das vítimas, o advogado Moisés Elias da Silva, de 39 anos, contou que o suspeito chegou a morar alugado, durante dois anos, em um dos apartamentos que ele tem no bairro Lírio do Vale, na Zona Oeste.

O advogado explicou que possui uma frota de seis carros e aluga para motorista de transporte por aplicativos. Sabendo disso, o suspeito ofereceu dois carros de leilão para Moisés em um valor abaixo do mercado. A vítima disse que acreditava que o suspeito seria alguém de confiança, pois ele conhecia a família do homem e não suspeitou de que cairía em um golpe.

O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos.

“A mãe dele [suspeito] sofre de câncer e ele usava isso, um padecer da mãe dele, para tentar gerar um sentimento na gente, de ajudar ele. E, nisso, ele ia aplicando golpe atrás de golpe. Foi me prometido dois carros no valor de R$ 16 mil, cada um. Chegou no dia da entrega, ele me deu o estorno de um após eu pressionar muito e ainda ficou o valor de um carro para me dar o retorno, mas ele falava que tinha lotes de celulares e outras mercadorias”, disse.

Na tentativa de “pagar” a vítima, o suspeito chegou a levar para o advogado um freezer. Mas, o homem esqueceu a nota fiscal em cima do eletrodoméstico. A vítima viu que o produto não era de leilão, desconfiou e procurou pelo nome da pessoa em uma rede social. Ele descobriu que o suspeito aplicava golpes em diversas pessoas.

Com diversos registros de boletins de ocorrências, a polícia iniciou as investigações e conseguiu prender o homem em flagrante.

Durante a prisão do homem, outras vítimas compareceram até a delegacia para registrar denúncia contra o homem. Ele será levado para audiência de custódia.

Publicações relacionadas

Polícia revela detalhes de como filho matou a mãe em Manaus

Redação

Ano letivo 2020 nas escolas da rede estadual de ensino do AM tem início nesta quinta (6) com 440 mil estudantes

Redação

Novo MacPro chega ao Brasil e pode custar mais que 9 carros

Redação

Deixe uma resposta