Brasil Destaques

Gusttavo Lima tem show milionário com verba ilegal cancelado em cidade mineira

Um show de cachê milionário do cantor Gusttavo Lima foi cancelado na cidade de Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais, anunciou o prefeito, José Fernando Aparecido de Oliveira, em vídeo nas redes sociais neste sábado.

O cachê de R$ 1,2 milhão foi motivo de polêmica nesta semana após ser revelado que o dinheiro partia de uma verba destinada a saúde e educação. No caso, o dinheiro sairia da Compensação Financeira pela Exploração Mineral (Cfem).

A prefeitura também cancelou os shows de Bruno e Marrone, que receberiam R$ 520 mil. Os artistas se apresentariam no município, como parte da programação da 32ª Cavalgada do Jubileu do Senhor Bom Jesus do Matozinhos.

Entretanto, vale notar que a cidade de 17 mil habitantes deve seguir com os shows de outros cantores sertanejos para a festa –ainda com a verba indevida. Dentre eles estão Israel e Rodolffo, contratados por R$ 310 mil, Di Paullo e Paulino –R$ 120 mil–, João Carreiro –R$ 100 mil– e Thiago Jhonathan –R$ 90 mil.

No vídeo, o prefeito cita o adiamento e afirma que a festa na cidade foi envolvida “numa guerra político-partidária” que não teria nada a ver com a celebração. Cita ainda que, por ela, já passaram nomes como Zezé Di Camargo e Luciano, Maiara e Maraísa e César Menotti & Fabiano.

“Infelizmente nós vamos ter que adiar a vinda do ‘embaixador'”, disse, se referindo a Gusttavo Lima, “e também do Bruno e Marrone, por questões eleitorais que tentaram envolver Conceição do Mato Dentro, a cidade e minha honra pessoal”.

O cantor diz que “não pactua com ilegalidades” e que não é seu papel “fiscalizar as contas públicas”. O Ministério Público de Minas Gerais informou nesta sexta-feira, em nota enviada à reportagem, que faz uma apuração preliminar para verificar se houve irregularidades na contratação.

Publicações relacionadas

Homem que arrastou idosa em assalto na Zona Leste é preso

Redação

Prefeito David Almeida vistoria ações do ‘Asfalta Manaus’ e anuncia lançamento de mais 14 frentes de trabalho

Redação

David Almeida anuncia ex-deputado federal Pauderney Avelino como titular da Semed

Redação

Deixe um comentário