Amazonas Destaques Manaus

Governo vai desativar Hospital Nilton Lins nesta segunda-feira

PGE recomenda que pagamento de prestadores de serviços seja feito a partir de auditagem

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) encaminhou orientação a Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam), para que os pagamentos dos contratos dos prestadores de serviço do Hospital Nilton Lins, sejam feitos a partir de auditagem, para conferir maior transparência aos processos. Nesta segunda-feira (06/), a Susam desativará o hospital. A unidade manterá a ala destinada a pacientes indígenas por tempo ainda não definido.
Segundo dados oficiais, o hospital, com quase três meses de funcionamento, utilizado no tratamento de pacientes com Covid-19, foi aberto no dia 18 de abril e conta com 148 leitos, sendo 40 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 108 clínicos. Desses, 59 são leitos da ala montada com o apoio do Governo Federal para o atendimento exclusivo de indígenas.

A Susam informou que a desativação está sendo possível em função da redução do número de internações e óbitos pelo novo coronavírus.
Segundo a Susam toda a estrutura de equipamentos disponibilizada pelo Governo do Amazonas, será redistribuída nas unidades da rede estadual de saúde.

Publicações relacionadas

Caixa econômica impede que amazonenses de Carauari recebam auxilio emergencial

Redação

Em menos de um mês, Manaus ultrapassa 100 mortes violentas; número é maior entre todos os meses de 2019

Redação

Transação milionária entre empresas do Amazonas promete revolucionar as ações de desenvolvimento sustentável na região

Redação

Deixe uma resposta