Amazonas Destaques Manaus

Governo programa liberar comércio em geral a partir do próximo dia 30

✅ Escolas, faculdades, academias, restaurantes hotéis e pousadas só a partir de 13 de junho

Uma minuta de decreto entregue na terça-feira (19/5) ao governador Wilson Lima e ao qual o Portal Único teve acesso mostra que o Governo do Amazonas programa a reabertura do comércio em geral a partir do dia 30 de maio. Já o funcionamento de restaurantes, bares, lanchonetes, praças de alimentação, Instituições de ensino em geral, academias, hotéis, pousadas e similares, só a partir do dia 13 de junho de 2020. Mas o governador só vai assinar o decreto se os números de casos e de mortes por coronavírus continuarem em queda.

✅ Condições impostas

A minuta do decreto estabelece que os estabelecimentos comerciais deverão cumprir limitação de permanência dentro do estabelecimento de 1 cliente por atendente e de 1 pessoa para cada quatro metros quadrados de área do local de vendas; Deverão observar ainda a distância mínima de dois metros entre as pessoas e garantir circulação de ar externa, mantendo-se as janelas e portas abertas, sendo recomendada a não utilização de ar-condicionado. Veja a íntegra da minuta do decreto no final da coluna.

✅ A expansão no interior

Enquanto o número de casos e de mortes diminuem em Manaus, no interior a Covid-19 avança. Na terça-feira, pela primeira vez desde o dia 13 de maio, quando foi registrado oficialmente o primeiro caso, o interior apresenta mais casos que a capital. Dos 22.132 casos do Estado, 11.081 (50,07%) são no interior e 11.051 (49,93%) são da capital. A expansão da doença no interior preocupa ainda mais porque não há em nenhum município leitos de UTIs na rede de saúde.

✅ Arthur entrega biblioteca

O prefeito Arthur Neto (PSDB) confirmou a conclusão das obras de restauro da Biblioteca Municipal João Bosco Evangelista, localizada na Praça do Congresso. Tão logo seja possível, em face das medidas de isolamento social, o prédio entrará em funcionamento.

✅ Eleição pode ser em dezembro

A eleição municipal de 4 outubro para a escolha dos novos prefeitos e vereadores deve ser adiada para dezembro por conta da pandemia de coronavírus no País. Mas os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores que se encerram no dia 1o. de janeiro de 2021 não serão estendidos. A nova data da eleição municipal será decidida por uma Comissão de senadores e deputados federais no Congresso Nacional. O TSE será consultado, segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).

✅ Ministro do Supremo

O Ministro do Supremo, Marco Aurélio de Mello, no entanto, considera que não haverá condições para realização das eleições esse ano.

✅ Josué Neto desabafa

Depois de sofrer duas derrotas no Tribunal de Justiça do Amazonas, o presidente da Assembleia, Josué Neto, desabafou nas redes sociais. No Twitter, disse que o receio do Governo de enfrentar um processo investigatório é grande e que o Legislativo do Amazonas vem sendo impedido de fiscalizar e legislar.

Publicações relacionadas

Com repasses do FTI, Governo do Amazonas promoveu melhoria na saúde dos municípios em 2019

Redação

Mais um tio suspeito de estuprar uma menina de 11 anos

Redação

Populares recebem projeto ‘Almoço Solidário’ na cozinha comunitária da zona Sul

Redação

Deixe uma resposta