Amazonas Destaques Manaus

Governo programa liberar comércio em geral a partir do próximo dia 30

✅ Escolas, faculdades, academias, restaurantes hotéis e pousadas só a partir de 13 de junho

Uma minuta de decreto entregue na terça-feira (19/5) ao governador Wilson Lima e ao qual o Portal Único teve acesso mostra que o Governo do Amazonas programa a reabertura do comércio em geral a partir do dia 30 de maio. Já o funcionamento de restaurantes, bares, lanchonetes, praças de alimentação, Instituições de ensino em geral, academias, hotéis, pousadas e similares, só a partir do dia 13 de junho de 2020. Mas o governador só vai assinar o decreto se os números de casos e de mortes por coronavírus continuarem em queda.

✅ Condições impostas

A minuta do decreto estabelece que os estabelecimentos comerciais deverão cumprir limitação de permanência dentro do estabelecimento de 1 cliente por atendente e de 1 pessoa para cada quatro metros quadrados de área do local de vendas; Deverão observar ainda a distância mínima de dois metros entre as pessoas e garantir circulação de ar externa, mantendo-se as janelas e portas abertas, sendo recomendada a não utilização de ar-condicionado. Veja a íntegra da minuta do decreto no final da coluna.

✅ A expansão no interior

Enquanto o número de casos e de mortes diminuem em Manaus, no interior a Covid-19 avança. Na terça-feira, pela primeira vez desde o dia 13 de maio, quando foi registrado oficialmente o primeiro caso, o interior apresenta mais casos que a capital. Dos 22.132 casos do Estado, 11.081 (50,07%) são no interior e 11.051 (49,93%) são da capital. A expansão da doença no interior preocupa ainda mais porque não há em nenhum município leitos de UTIs na rede de saúde.

✅ Arthur entrega biblioteca

O prefeito Arthur Neto (PSDB) confirmou a conclusão das obras de restauro da Biblioteca Municipal João Bosco Evangelista, localizada na Praça do Congresso. Tão logo seja possível, em face das medidas de isolamento social, o prédio entrará em funcionamento.

✅ Eleição pode ser em dezembro

A eleição municipal de 4 outubro para a escolha dos novos prefeitos e vereadores deve ser adiada para dezembro por conta da pandemia de coronavírus no País. Mas os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores que se encerram no dia 1o. de janeiro de 2021 não serão estendidos. A nova data da eleição municipal será decidida por uma Comissão de senadores e deputados federais no Congresso Nacional. O TSE será consultado, segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).

✅ Ministro do Supremo

O Ministro do Supremo, Marco Aurélio de Mello, no entanto, considera que não haverá condições para realização das eleições esse ano.

✅ Josué Neto desabafa

Depois de sofrer duas derrotas no Tribunal de Justiça do Amazonas, o presidente da Assembleia, Josué Neto, desabafou nas redes sociais. No Twitter, disse que o receio do Governo de enfrentar um processo investigatório é grande e que o Legislativo do Amazonas vem sendo impedido de fiscalizar e legislar.

Publicações relacionadas

DPE cobra ação do governo contra Covid

Redação

Perder peso, fazer exercícios sem aglomeração é a nova tendência nesse “novo normal”

Redação

Usina de Oxigênio para Envira e Manicoré são pleiteados por deputado Roberto Cidade

Redação

Deixe uma resposta