Amazonas Destaques Manaus

Governo pode suspender provas do Enem agendadas para o próximo domingo

Prefeitura diz que não vai liberar escolas para a realização das provas

Manaus bate recorde de sepultamentos e FVS alerta que o pior ainda está por vir

Juiz define prazo para empresa atender demanda de hospital

Decreto sobre fechamento de serviços não essenciais deve ser prorrogado além do dia 17

Corrida atrás de dinheiro derruba site de agência oficial de financiamentos

A Justiça Federal disse que a decisão sobre o adiamento do Enem, que tem provas agendadas para o próximo domingo (15), cabe aos governos estaduais. A expectativa é que o Governo do Amazonas anuncie o adiamento em função do cenário atual da Pandemia. A Defensoria Pública Estadual se manifestou pelo adiamento. Os deputados Terezinha Ruiz (DEM) e Zé Ricardo (PT) defenderam a mudança de data. Ano passado mais de 118 mil participaram do Enem no Amazonas.  

Decisão da prefeitura

A Prefeitura de Manaus comunicou, que em função da Pandemia, não irá liberar escolas para a realização do exame. A decisão foi comunicada ao Ministério Público Federal.

Manaus bate recorde de sepultamentos

O Amazonas fechou ontem (12/1) somando 1.288 enterros só nesses primeiros dias do ano. No dia 1º foram 58 e desde o dia 7 os números superaram a casa dos 100 sepultamentos. Foram 110 (dia 6), 112 (dia 7), 113 (dia 8), 130 (dia 9), 144 (dia 10), 150 dia 11 e ontem 166. São 7 enterros por hora. A Prefeitura admite abrir os cemitérios à noite. E os infectologistas e técnicos do da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-Am) dizem que o pior ainda está por vir.

Efeito do Natal e Ano Novo

Nos próximos dias teremos as consequências das aglomerações e das festas de confraternização do Natal e passagem de ano. E os números de novos casos de COVID 19 vão aumentar a lista a lista de espera por leitos e mais pessoas vão morrer em casa sem direito ao atendimento médico-hospitalar. Manaus chegou ao pior momento da pandemia, superando em todos os números o pico da primeira onda em abril.

Wilson Lima vai prorrogar decreto

O governador Wilson Lima foi convencido por assessores de que deve prorrogar além do dia 17 o decreto que suspendeu as atividades não essenciais em Manaus. Ontem (12), o governador baixou decreto suspendendo o transporte fluvial e rodoviário de passageiros, além de proibir as atividades nas academia de ginástica e nas marinas.

David admite decretar lockdown

O prefeito David Almeida também se convenceu de que deve ampliar o lockdown. A lógica é simples: para frear a proliferação do vírus é preciso não só aumentar o número de leitos, ampliar o atendimento precoce, mas também e principalmente confinar as pessoas em casa. O índice de isolamento social em Manaus nos primeiros dez dias deste ano ficou abaixo de 50%, quando o ideal para frear a expansão do vírus seria acima de 70%.

Juiz enquadra White Martins

A empresa White Martins Gases Industriais do Norte tem até a manhã de hoje (13) para para fornecer ao Hospital Santa Julia oxigênio líquido medicinal em quantidade suficiente para atender a demanda dos 10 novos leitos de UTI, 18 clínicos de internação, 05 novas salas vermelhas no Pronto Socorro, e 15 novos leitos de observação em Pronto Socorro. A decisão foi assinada pelo juiz plantonista, Cezar Luiz Bandiera que impôs pena de multa diária no valor de R$ 40.000,00 em caso de descumprimento da decisão pelo prazo superior a 10h. A direção da White Martins alega que não tem oxigênio em estoque para atender a demanda que cresceu absurdamente nos últimos 15 dias.

Mudança no Primeiro Escalão do Governo

O governador Wilson Lima (PSC) fez duas nomeações de secretários de Estado na terça-feira (12). A jornalista Josi Gomes assumiu a Secretaria de Comunicação do Estado, no lugar do jornalista Rodrigo Araújo, que entregou o cargo, para voltar a Portugal onde está sua família. A segunda mudança aconteceu com a nomeação da ex-vereadora Mirtes Sales, para o cargo de Secretária de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, em substituição a William Alexandre Silva de Abreu.

Corrida pelo ouro

A notícia de que AFEAM (Agência de Fomento do Governo do Amazonas) abriu cadastro para empréstimos de R$ 500 a R$ 100 mil, destinado a produtores rurais, profissionais liberais, pequenas e médias empresas, derrubou o site da instituição nos últimos dois dias, em função do grande número de acesso.

Publicações relacionadas

Em carta aberta, MBC Movimento Brasil Competitivo pede urgência na sanção da Lei do Gás no Amazonas

Redação

MP-AM entra com ação por melhoria na saúde

Redação

Alfredo fala de sua luta pelas pessoas com deficiência

Redação

Deixe uma resposta