Amazonas Destaques Manaus

Governo do Amazonas aguarda contratação de profissionais recrutados e enviados ao estado pelo Ministério da Saúde

O Governo do Amazonas aguarda a contratação, por parte do Ministério da Saúde (MS), dos 208 profissionais recrutados pelo Governo Federal e aptos para atuar nas unidades de saúde do estado, em Manaus, no atendimento aos pacientes de Covid-19. A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) encaminhou, na quarta-feira (13/05), um ofício assinado pela titular da pasta, Simone Papaiz, solicitando as contratualizações ao ministro da Saúde, Nelson Teich.

A contratação foi anunciada no dia dois de maio, em publicação no endereço eletrônico do MS, onde foi informado que o órgão ministerial também será responsável por oferecer alojamento, alimentação, transporte e seguro saúde.

Os profissionais, entre médicos, enfermeiros, biomédicos, farmacêuticos e fisioterapeutas, começaram a chegar à Manaus, no dia quatro de maio, em duas turmas. Desde então, passaram por capacitação e testagem rápida e aguardam apenas a formalização do termo contratual pelo ministério para que comecem a atuar nos hospitais da cidade.

Também no dia quatro de maio, a secretária Simone Papaiz participou de uma reunião, por videoconferência, com o chefe do Departamento de Gestão do Trabalho em Saúde do Ministério da Saúde (MS), Alessandro Anjos, que veio à Manaus acompanhando a primeira turma de profissionais.

Adriano Anjos explicou, durante o encontro, como funcionariam essas contratações. De acordo com ele, os profissionais receberão remuneração entre R$ 4,8 mil a R$ 19,2 mil, dependendo da especialização e unidades em que vão atuar.

Na oportunidade, a secretária apresentou o planejamento feito pela Susam para a distribuição desses profissionais. “Pensando em médicos intensivistas, as unidades que hoje precisamos reforçar são o Hospital de Combate à Covid-19, conseguindo assim ampliar o número de leitos de UTI. Também precisamos ter esses profissionais no Hospital e Pronto-Socorro 28 de agosto para a abertura de mais 12 leitos de UTI’’, explicou.

Publicações relacionadas

Deputado Túlio Gadelha elogia ação da prefeitura de reforço de linha de ônibus

Redação

Defesa cadastra empresas fornecedoras de equipamentos para combate ao coronavírus

Redação

INSS define regras para antecipar pagamento de auxílio-doença

Redação

Deixe uma resposta