Amazonas Destaques Manaus

Gol contesta versão de passageiros e diz que voo decolou sem lotação máxima

A Gol Linhas aéreas contestou a versão de ao menos 30 passageiros que alegaram terem sido impossibilitados de embarcar no voo 1754 da empresa com destino a cidade de Guarulhos, São Paulo, na tarde de ontem (9). Conforme a versão da companhia aérea, o voo decolou às 16h, sem a lotação máxima de passageiros.

A reclamação dos passageiros teve como ponto central a suposta falta de assentos disponíveis no avião, apesar de muitos terem comprado a passagem de forma antecipada. Alguns informaram para A CRÍTICA que na hora de embarcar a empresa afirmou não ter mais assentos disponíveis para os passageiros que ficaram em fila aguardando a hora de entrar no avião.


Newsletter – Receba os destaques do portal A Crítica todos os dias no seu e-mail.


A versão da empresa contesta, inclusive, a versão dos clientes, afirmando que os personagens identificados na reportagem não teriam comparecido ao check-in e ao embarque dentro do horário previsto.

“A Companhia informa ainda que o check-in para o voo esteve disponível até às 15 horas no Aeroporto de Manaus”, informou a companhia aérea por meio de nota.

O grupo de passageiros fizeram um grupo no WhatsApp para procurar ressarcimentos pelo ocorrido.

Publicações relacionadas

Polícia Militar, por meio da 6ª Cicom, detém suspeitos de roubo na zona norte

Redação

Josué assume partido e derrota Vice Governador

Redação

Praia da Ponta Negra será fechada para banho a partir do dia 30 para Réveillon em Manaus

Redação

Deixe uma resposta