Amazonas Destaques Manaus

Gestores do AM vão receber selo de qualidade do TCE



Às vésperas de completar 70 anos, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) vai reconhecer os gestores públicos municipais e estaduais que alcançarem os melhores índices de desempenho, regularidade, eficiência, efetividade e transparência em suas respectivas administrações. Instituída pela Resolução nº 05/2020/TCE-AM, publicada no Diário Oficial do TCE nesta quarta-feira (16), o Selo de Qualidade será entregue pelos membros do colegiado aos agraciados que alcançarem os índices previstos.
Pensado pelo conselheiro-presidente Mario de Mello, o Selo Gestão de qualidade do TCE-AM é baseado em iniciativa similar da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), que, após auditorias programadas, emite um selo e uma Declaração de Garantia da Qualidade aos Tribunais de Contas auditados pela entidade.
Segundo o presidente, “a premiação visa estimular a redução dos índices de desconformidades na gestão de recursos públicos e fortalecer o controle interno da Administração Pública”.
Critérios para receber Ouro, Prata ou Bronze
Entre os requisitos para receber o reconhecimento, o gestor deverá ter tido suas contas julgadas regulares nos últimos quatro anos, além de estar em dia com a entrega de todas as prestações de contas mensais (balancetes) do exercício anterior e ao exercício que será avaliado; deverá, também, ter obtido ao menos a pontuação mínima na Meta 7 do Plano Nacional de Educação nos anos em que houver meta a ser aferida.
Já os critérios de avaliação levarão em consideração a regularidade das informações e documentos enviados ao Tribunal de Contas, envolvendo pontualidade, assiduidade, continuidade, adequação e completude dos dados, além disso, será observada a pontuação no “Ranking Nacional da Transparência” do Ministério Público Federal e de soluções inovadoras, apresentadas pelos gestores, divididas em categorias como transparência, meio ambiente, saúde, educação, gestão, etc.
A premiação será dividida em três níveis: Ouro, contemplará o gestor que atingir avaliação maior ou igual a 80%; a Prata, àqueles que tiverem pontuação maior ou igual a 60% e bronze, a quem possuir avaliação positiva maior ou igual a 50%. O prêmio consistirá na concessão de diploma de menção honrosa, bem como na disponibilização de selo digital aos gestores que alcançarem a pontuação necessária para recebimento do “Selo de Gestão”.
Assinados pelo Conselheiro Presidente Mário de Mello, o selo e o diploma terão validade de um ano contado a partir das respectivas entregas.

Publicações relacionadas

Três andares do Delphina Aziz que estão desocupados vão receber 350 novos leitos.

Redação

Veja os nomes dos deputados na Lista apreendida pela Polícia Federal no Gabinete de Wilson Lima

Redação

Governo do Amazonas recebe 136 mil metros cúbicos de oxigênio em doação da Venezuela

Redação

Deixe uma resposta