Cultura Destaques

Garantido fecha 2ª noite do Festival de Parintins celebrando negritude

Manaus/AM- Com o tema “Nagritude” e o combate ao racismo, o boi-bumbá Garantido fechou a segunda noite do 55° Festival de Parintins, neste domingo (25).

A diversidade cultural do Brasil também foi destacada pelo boi do coração na testa, na arena do Centro Cultural de Parintins, o  Bumbódromo.

Manaus/AM- Com o tema “Nagritude” e o combate ao racismo, o boi-bumbá Garantido fechou a segunda noite do 55° Festival de Parintins, neste domingo (25).

A diversidade cultural do Brasil também foi destacada pelo boi do coração na testa, na arena do Centro Cultural de Parintins, o  Bumbódromo.

A cantora Márcia Siqueira, uma das levantadoras do boi do povão, falou da emoção de homenagear a cultura afro e tudo que ela representa para o Brasil e para a Amazônia. “Mais uma noite de emoção. Essa edição do Festival de Parintins, o festival dos festivais, é um retorno dessa festa tão querida, tão esperada. Todas as influências que nós temos. Uma noite emocionante, de muito axé, de muita luz, disse.

A merendeira Delci Rocha fez parte da galera pela primeira vez. Acompanhada da filha, que passou o amor pelo Garantido para a mãe, ela disse que o coração estava transbordando de felicidade por estar no Bumbódromo.

“De geração em geração. Começou por essa menina aqui, que dançava maravilhosamente bem lá em Presidente Figueiredo, onde a gente morava. E ela veio morar para cá e agora eu acompanho todos os anos”, disse.

Jéssica Dias, filha de Delci, recorda que o amor pelo Garantido começou ainda na infância e agora pôde trazer a mãe para compartilhar a brincadeira de boi-bumbá. “Trouxe ela. É a primeira vez dela para sentir essa emoção”, acrescentou.

Publicações relacionadas

Roberto Cidade sugere realização do diagnóstico de mieloma múltiplo na rede pública

Redação

Bolsonaro envia PL ao Congresso que abre crédito para estatais

Redação

TCE fará inspeções em órgãos de saúde do Amazonas

Redação

Deixe um comentário