Amazonas Brasil Destaques Manaus Polícial

Funcionários da FCecon são presos após desviar R$ 1 milhão em remédios e materiais hospitalares

Manaus/AM – Dois funcionários da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon) e uma ex-funcionária do local, foram presos nesta quinta-feira (4) por desviar medicamentos e materiais hospitalares da unidade de saúde.

A prisão do trio ocorreu durante a primeira fase da operação policial deflagrada pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd). De acordo com o titular da especializada, delegado Aldeney Góes, os dois funcionários foram presos no momento em que trabalhavam na FCecon. A mulher foi presa na casa dela, no bairro Parque das Laranjeiras, zona Centro-Sul de Manaus.

Conforme Góes, as investigações iniciaram no mês passado após a direção da unidade de saúde prestar queixa. Os desvios, segundo ele, estão estimados em R$ 1, 1 milhão e englobam itens de almoxarifado e remédios destinados a tratamento de pessoas com câncer.

De acordo com a delgado, os funcionários preso são do setor de almoxarifado, que foram detidos após a mulher deixar o hospital, no último dia 13 maio, carregando em um carro particular, caixas de soro fisiológico. Parada na portaria do hospital, a mulher acionou os dois funcionários que disseram para os seguranças que a liberação dela estava autorizada.

Góes disse ainda, que para a saída do material, os funcionários emitiam documentação fraudulenta informado ao sistema o empréstimo dos itens para a Fundação Alfredo da Matta.

O delegado finalizou, dizendo que as investigações devem continuar para prender outros envolvidos no esquema de desvio. O trio vai responder pelo crime de peculato, falsidade ideológica e associação criminosa.

fontes:portaldoholanda

Publicações relacionadas

‘A obra está avançada’, diz Arthur ao vistoriar reconstrução do T1

Redação

Mais de 1,6 mil profissionais de saúde tiveram formatura antecipada

Redação

Prefeitura realiza primeira ação integrada de combate à poluição sonora do ano

Redação

Deixe uma resposta