Amazonas Destaques Manaus

Fiscalização identifica falhas no serviço do ‘Zona Azul’ em Manaus

MANAUS – Fiscais da Ageman (Agência Reguladora dos Serviços Públicos de Manaus) identificaram falhas no atendimento aos usuários no estacionamento rotativo Zona Azul, no Centro de Manaus. 

Entre os problemas identificados estão o número insuficiente de funcionários para auxílio aos motoristas; ausência de monitores em avenidas como 7 de Setembro e Getúlio Vargas e Rua Saldanha Marinho; ausência de fiscalização motorizada; indisponibilidade de pagamento por débito automático; não funcionamento dos sensores; além da precariedade no Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC).

De acordo com a notificação enviada à empresa Consórcio Amazônia, Tecnologia de Trânsito da Amazônia, responsável pela gerência do Zona Azul, a concessionária tem dez dias para prestar os esclarecimentos à Ageman. O serviço custa R$ 2,45 por hora e oferta 3.323 vagas, distribuídas na área central de Manaus e no conjunto Vieiralves, zona centro-sul da capital, onde ainda está suspenso.

Publicações relacionadas

William Bonner pede para sair da Rede Globo, diz colunista

Redação

Mulher é presa suspeita de matar empresário em Manaus; casal havia terminado relação, diz polícia

Redação

Dono de supermercado é preso suspeito da morte de sargento do Exército, em Manaus

Redação