Sem categoria

Fenaj emite nota de repúdio por agressão de delegada à equipe de reportagem, em Manaus

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM e a Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ emitiram uma nota de repúdio a agressão realizada por uma delegada de Polícia, lotada no 19 º Distrito Integrado de Polícia (DIP) na tarde desta sexta-feira (17) contra a equipe de reportagem de um portal de notícias.

A autora da agressão aos profissionais é a delegada Marna de Miranda, titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Em matéria publicada no site “Imediato”, veículo para o qual os profissionais agredidos trabalham, Thiago e Paulo César afirmam que foram intimidados e agredidos pela delegada.

Segundo a publicação, a delegada “ao passar em frente à câmera, desfere um tapa, danificando o equipamento de filmagem, no momento em que registrava, com o uso da tela embaçada, um homicídio, no bairro da Compensa, zona Oeste”.

O sindicato e a Fenaj não só repudiam a atitude da delegada, como também lembram que o caso pode ser caracterizado como abuso de autoridade de um agente público de segurança.

As entidades representativas da classe profissional também se solidarizam com a equipe agredida e cobram providências à Delegacia Geral (DG) da Polícia Civil, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas.

Leia a nota na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM e a Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ repudiam a agressão realizada pela delegada de Polícia, Marna de Miranda, lotada no 19 º Distrito Integrado de Polícia (DIP) na tarde desta sexta-feira (17/06) contra a equipe de reportagem do Site Imediato, no pleno exercício profissional da atividade jornalística, na cidade de Manaus, Amazonas.

A equipe de reportagem do Site, composta pelo jornalista Thiago Gonçalves e o repórter cinematográfico, Paulo César de Araújo, declara no texto publicado pelo veículo de comunicação, que foi intimidada pela policial. Descreve que, a delegada ao passar em frente à câmera, desfere um tapa, danificando o equipamento de filmagem, no momento em que registrava, com o uso da tela embaçada, um homicídio, no bairro da Compensa, zona Oeste.

As entidades dos jornalistas lamentam o episódio, que pode ser caracterizado abuso de autoridade de um agente público de segurança, pertencente a Polícia Civil do Estado.

Por fim, o SJP/AM e a Fenaj solidarizam-se com a equipe de reportagem do Site Imediato pelo ocorrido. E, solicita providências para a garantia do trabalho diário – o pleno exercício da atividade dos profissionais e veículos de imprensa – de portais, sites e blogs de notícias à Delegacia Geral (DG) da Polícia Civil, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas.

Manaus, Am, 17 de junho de 2022

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO ESTADO DO AMAZONAS – SJP/AM

FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS – FENAJ

Publicações relacionadas

Vereador de Manaus cancela taxa de inscrição em seletiva e anuncia devolução de dinheiro

Redação

Prefeitura de Manaus reforça implantação de sinalização viária na cidade

Redação

Vídeo; quarteto envolvido em diversos homicídios é preso em Manaus

Redação

Deixe um comentário