Destaques Brasil

Família Barbalho: Jornal do Pará chama novo ministro da justiça de “Terrivelmente Evangélico”, uma ofensa grave aos evangélicos de todo Brasil

Um dos principais jornais do norte e do estado do Pará, o Diário On Line (DOL) repercutiu a noticia da nomeação do novo ministro da justiça, que é pastor evangélico, usando um termo pejorativo e ofensivo de “Terrivelmente Evangélico”. Uma coisa é usar o direito de liberdade de expressão, a outra é ofender um líder religioso.

O jornal deveria responder o que ele entende por “Terrivelmente Evangélico”.

Jair Bolsonaro (sem partido) nomeou nesta terça-feira (28) o advogado André de Almeida Mendonça para o comando do Ministério da Justiça, na vaga deixada pelo ex-juiz federal Sergio Moro, que deixou o cargo na semana passada ao acusar o presidente de interferências na Polícia Federal.

A nomeação de Mendonça foi publicada no “Diário Oficial da União”, assim como a nomeação do delegado Alexandre Ramagem, amigo dos filhos do presidente, para o comando da Polícia Federal.

Na segunda-feira (27), a Folha de S.Paulo antecipou que Mendonça, que estava à frente da AGU (Advocacia Geral da União), havia sido convidado pelo presidente para substituir o ex-juiz federal Sergio Moro.

Para o lugar de Mendonça na AGU, Bolsonaro oficializou o atual procurador-geral da Fazenda, José Levi do Amaral, nome apoiado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Publicações relacionadas

Bandidos arrombam portão de PAC em Manaus para roubar agência bancária

Redação

Criança morre soterrada durante chuva em Manaus

Redação

Teste brasileiro para Covid-19 leva 10 min e custará R$ 130

Redação

Deixe uma resposta