Amazonas Destaques Educação

Fametro investe R$ 20 mi em projetos e cria mil vagas de emprego

Os investimentos incluem as obras de restauração da Santa Casa de Misericórdia e reforma do Tropical Hotel Manaus, empreendimentos adquiridos pelo grupo

A reitora do Centro Universitário Fametro, Maria do Carmo Seffair, anuncia para 2021 a ampliação da estrutura física da instituição, em 20%, e investimentos da ordem de R$ 20 milhões nos projetos de expansão. Os investimentos incluem as obras de restauração da Santa Casa de Misericórdia e reforma do Tropical Hotel Manaus, empreendimentos adquiridos pelo grupo. A expectativa, quando o hotel estiver em funcionamento, é de criação de mil vagas de emprego, movimentando a economia local.

Os investimentos abrangem, ainda, a ampliação das unidades do Centro de Manaus, no Amazonas, de Santarém, no Pará, e de Boa Vista, em Roraima. Segundo Maria do Carmo Seffair, mesmo durante o ano difícil de pandemia, o plano de expansão da instituição manteve-se em crescimento, sempre procurando agregar novos negócios, com o objetivo principal de oferecer educação de qualidade.

“Em 2020, adquirimos novas unidades, em Santarém e em Boa Vista. Neste ano, vamos ampliar as estruturas nesses locais, oferecendo a mesma qualidade de ensino com a qual a Fametro é reconhecida pelos estudantes das demais cidades em que já atua”, afirmou.

Em Boa Vista, as obras já iniciaram e estão 60% concluídas. O prédio irá contar com uma infraestrutura sustentável, de energia e água. Em Santarém, as intervenções devem ser concluídas ainda este ano. Já em Manaus, o planejamento é para expansão dos prédios da Zona Norte e Leste e modernização dos laboratórios de práticas de ensino.

Entre os projetos que estão sendo executados na capital amazonense está a criação da primeira unidade 100% sustentável. O prédio vai contar com paineis solares, reutilização das águas servidas e uso das águas pluviais. “Nesses 18 anos de história, que começou no Amazonas, estamos sempre acompanhando as transformações e disponibilizando aos alunos as inovações e tecnologias para auxiliá-los no processo de formação, além de manter um corpo docente altamente qualificado”, destacou a reitora.

Atualmente, a Fametro está presente em Manaus, Parintins, Itacoatiara, Tabatinga, Tefé, Coari e Manacapuru, no Amazonas, além de atuar em Santarém/PA, em Boa Vista/RR, Macapá, no Amapá, e no Distrito Federal.

Obras na Santa Casa e Tropical Hotel

Maria do Carmo Seffair ressalta que a Fametro também segue dando continuidade aos dois grandes projetos da instituição em Manaus: a restauração da Santa Casa de Misericórdia e a reforma do Tropical Hotel. Ela explica que, por tratar-se de um prédio tombado pelo patrimônio histórico, a restauração da Santa Casa exige cuidados adicionais.

A reitora informa que em junho de 2020 a instituição deu início ao processo de pesquisa histórica de toda a estrutura do prédio, incluindo a capela de Sant’Ana. Uma equipe de especialistas foi contratada para mapear a situação de todos os itens existentes no local. “Esse é um dos passos mais importantes do projeto de restauro. Antes de iniciar qualquer obra no local é de extrema importância realizar esse estudo minucioso, já que tudo a ser feito levará em conta a história e o significado que tem para a sociedade de Manaus”, pontuou.

Além das pesquisas históricas, o local passou por limpeza. Todas as atividades realizadas, segundo ela, passam por avaliação dos órgãos competentes, entre eles, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

“Estamos bastante alinhados e empenhados no cumprimento das determinações legais. Os prazos para as avaliações muitas vezes são extensos, mas o principal é conseguirmos entregar para a população esse empreendimento histórico restaurado e funcionando. O projeto da Santa Casa prevê a manutenção de toda a parte histórica, como as fachadas e a própria capela instalada no local, que n&atil de;o sofrerá alteração, mantendo a sua concepção e finalidade”, adiantou.

Quando a restauração for concluída, a Santa Casa de Misericórdia passará a funcionar como Hospital Universitário da Fametro, trazendo inúmeros benefícios para a comunidade acadêmica e a população do Amazonas, que terá acesso a serviços de saúde de qualidade.

Em relação ao Tropical Hotel, símbolo do turismo no Amazonas e que foi arrematado pelo grupo em leilão realizado em novembro de 2020, Maria do Carmo Seffair diz que o local passou por avaliação da estrutura física e limpeza. A ideia é recuperar o hotel, espaço que já é parte da história do Amazonas.

Além dos recursos a serem aportados pelo grupo, a Fametro também está conversando com possíveis parceiros e investidores interessados em apoiar o projeto. No Tropical Hotel, diz ela, alguns desafios estão sendo enfrentados, dentre eles, o uso dos espaços do local sem autorização da nova gestão, dentre eles, a quadra de esportes e o estacionamento. “Temos reforçado a segurança, para preservar o local”, ressaltou.

*Com informações da assessoria

Publicações relacionadas

Carlos Almeida pode perder o PTB

Redação

STF derruba decreto de Wilson Lima que elevou conta de energia

Redação

Justiça mantém interdição de cervejaria onde vigilância encontrou 1,8 tonelada de malte com fezes de rato

Redação