Destaques Polícial

Ex-goleiro Bruno tem prisão decretada por atraso na pensão de filho com Elisa Samudio

O ex-goleiro Bruno, condenado a 17 anos e 6 meses em regime fechado por homicídio triplamente qualificado da modelo Elisa Samudio, teve prisão decretada nesta sexta-feira (27), por falta de pagamento da pensão do filho que ele teve com a modelo, assassinada barbaramente em 2010.

Samudio desapareceu em 2010 e seu corpo nunca foi encontrado. O mandado foi expedido nesta sexta pelo juiz da 6ª vara de família e sucessões de Mato Grosso do Sul, Alexandre Tsuyoshi Ito.

O juiz determinou o pagamento de, aproximadamente, R$ 70 mil referentes a dois salários-mínimos por mês desde janeiro de 2020. O magistrado ainda ordenou que Bruno permaneça preso até que “efetue a quitação de todas as parcelas pendentes ou pelo prazo máximo de 3 meses”.

Publicações relacionadas

Servidores da Prefeitura de Manaus trabalharão mais um mês em casa

Redação

Cem policiais militares estão afastados do trabalho por causa do Coronavírus

Redação

 Prefeitura de Manaus realiza a 3ª ação do Manaus+Agro e entrega mais de 10 toneladas de ração a produtores rurais

Redação

Deixe um comentário