Amazonas Destaques Educação Manaus

ESCANDÁLO NA SEDUC

A Associação Empresarial da Indústria Têxtil e de Confecções do Amazonas (Aietec) representou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) contra o governador Wilson Lima (PSC) e o secretário de Educação, Vicente Nogueira, requerendo a suspensão imediata do contrato de R$ 8,7 milhões, sem licitação, com a empresa Nilcatex Têxtil, para a compra de 916.935 peças de uniformes escolares. A Aietec representa fabricantes de uniformes e alega que o contrato é ilegal e provoca grande desemprego no Amazonas.

A representação, publicada na última quarta-feira, diz que o contrato sem licitação com a Nilcatex “não traz nenhuma vantagem ao governo do Amazonas, e, muito menos aos amazonenses, pois gera desemprego ao seguimento têxtil que engloba cerca de 10 mil atores, entre empregados diretos e indiretos, com mais de 50 empresas, que, num processo legal, teriam totais condições de participar e vencer um certame licitatório, que é regra, mas que, por algum motivo inconstitucional e ilegal, não foi observado e nem obedecido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Publicações relacionadas

Ato Público inicia campanha pelo fim da violência contra mulheres no Amazonas

Redação

DERROTA DE WILSON LIMA

Redação

Caneta espiã apreendida e pode revelar detalhes da vida corrupta e amorosa do padre Robson

Redação

Deixe uma resposta