Amazonas Destaques Educação Manaus

ESCANDÁLO NA SEDUC

A Associação Empresarial da Indústria Têxtil e de Confecções do Amazonas (Aietec) representou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) contra o governador Wilson Lima (PSC) e o secretário de Educação, Vicente Nogueira, requerendo a suspensão imediata do contrato de R$ 8,7 milhões, sem licitação, com a empresa Nilcatex Têxtil, para a compra de 916.935 peças de uniformes escolares. A Aietec representa fabricantes de uniformes e alega que o contrato é ilegal e provoca grande desemprego no Amazonas.

A representação, publicada na última quarta-feira, diz que o contrato sem licitação com a Nilcatex “não traz nenhuma vantagem ao governo do Amazonas, e, muito menos aos amazonenses, pois gera desemprego ao seguimento têxtil que engloba cerca de 10 mil atores, entre empregados diretos e indiretos, com mais de 50 empresas, que, num processo legal, teriam totais condições de participar e vencer um certame licitatório, que é regra, mas que, por algum motivo inconstitucional e ilegal, não foi observado e nem obedecido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).
COMPARTILHE

Publicações relacionadas

HPS Delphina Aziz terá 15 novos leitos de UTI ativos a partir deste domingo, diz governo

admin

Arthur Neto reúne secretários para definir ações da prefeitura

admin

Ação solidária entrega cestas básicas, kits de limpeza e máscaras para comunidades tradicionais do Amazonas

admin

Deixe um comentário