Destaques

Em Roraima, prefeito vacina namorada influencer digital e MP pede exoneração

O MP-RR (Ministério Público do Estado de Roraima) pediu a exoneração da secretária-adjunta de saúde de Alto Alegre, Danyele Santos Negreiros, por suspeita de furar a fila de prioridade na vacinação contra o coronavírus.

De acordo com a recomendação, expedida ontem (25) pela Promotoria de Justiça da Comarca de Alto Alegre, a secretária “violou os princípios da legalidade, moralidade e eficiência ao se valer do cargo e do vínculo de afeto com atual gestor do município para ser imunizada, mesmo ciente da condição de estar fora da linha de frente do enfrentamento e exposição ao risco de contrair a covid-19”.

Namorada do Prefeito de Roraima também era sua secretária-adjunta de Saúde

A secretária também é influencer digital e namorada do prefeito de Alto Alegre, Pedro Henrique Machado (PSD). Nas redes sociais do prefeito, há fotos da namorada aplicando a vacina e recebendo a primeira dose da CoronaVac, imunizante produzido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo.

No documento em que pede a exoneração da secretária-adjunta, o MPRR requer ainda que o município suspenda a execução do processo de imunização contra a covid-19, promova a transparência e correção no plano de vacinação e, em 48 horas, retome a aplicação das vacinas, seguindo irrestritamente o Plano Nacional de Imunização.

“É necessário que seja respeitado o interesse público sobre o interesse privado e, sobretudo, que haja transparência dos atos administrativos em relação às pessoas que serão imunizadas em caráter de prioridade diante desse momento de crise sanitária”, disse o promotor de Justiça Paulo André Trindade.

Publicações relacionadas

MPF devolução de madeira da Amazônia exportada ilegalmente para EUA

Redação

Presidente do Banco do Brasil pede demissão do cargo

Redação

Empresa paraense está faturando milhões no governo Wilson Lima dentro da SEDUC, aponta investigação

Redação