Amazonas Destaques Manaus

Em meio à pandemia, ADS vai gastar R$ 6 milhões

Manaus – Em meio à grave crise de saúde, a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), vinculada ao Estado do Amazonas, contratou, por R$ 6,1 milhões, empresa para fornecer consultoria de inteligência artificial e outros serviços ligados à formato de software.

A contratação é em forma de registro de preço e foi publicada na última terça-feira (9), no Diário Oficial do Estado (DOE). O registro tem validade por 12 meses e contrata a empresa M.A.P. Lins e Cia Ltda. que tem como sócio Isabela Mariana Martins Adão Lins e sócio-administrador, Marcio Andre Prestes Lins.

O registro de preços da ADS tem validade por 12 meses e tem como contratada a empresa M.A.P. Lins e Cia Ltda (Foto: Reprodução/Facebook)

O deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) informou, nesta quinta-feira (11), que irá encaminhar o caso aos órgãos de controle para o cancelamento do contrato. “Em plena pandemia, (este contraria) contraria os efeitos da Lei Estadual 43.146 de março de 2020, do próprio governo do Estado, que proíbe gastos que não sejam voltados ao combate a Covid-19”.

Em vídeo, o parlamentar afirma: “Informei isto ao secretário da Casa Civil do governo para que ele tome as devidas providências e vou oficializar aos órgãos de controle o cancelamento do registro (de preços). Os esforços do Amazonas devem estar voltados para o enfrentamento do Covid”.

Consta na publicação que o contrato tem como objeto: “contratação de serviços técnicos especializados e continuados em consultoria, assessoria, desenvolvimento, implantação, manutenção, supervisão e gestão de projetos governamentais usando solução de Business Intelligence e Inteligência artificial que permita carga, análise, extração, transformação, mineração de dados em um formato de software como serviço com arquitetura SaaS, permitindo o acompanhamento evolutivo dos indicadores e políticas de gestão governamentais com suporte periódico para concretização de plano de negócios estratégicos”. O valor total do registro de preço é R$ 6.190.316,85.

Aeronave

Este não é o único gasto do governo do Amazonas que chama atenção em meio a pandemia. No último dia 2, a gestão do governador Wilson Lima homologou licitação para alugar aeronaves da empresa Rico Taxi Aéreo pelo valor de R$ 17,2 milhões.

Na publicação, assinada pelo chefe da Casa Militar, Fabiano Machado Bó, consta a informação da locação de “aeronave EMB 120 ou Brasília Turbo Bimotor ou similar, com capacidade para 30 pessoas e 03 tripulantes, com combustível e piloto, para transporte estadual e interestadual, destinado a atender as necessidades da Secretaria de Estado da Casa Militar e no combate ao Covid-19”.

Fonte: D24am. Leia mais em https://d24am.com/politica/em-meio-a-pandemia-ads-vai-gastar-r-6-milhoes/

Publicações relacionadas

Biden assume presidência dos EUA com desafio de tirar o País de crises

Redação

Brasileiros serão liberados da quarentena neste domingo

Redação

Colegiado do TCE-AM aprova proposta de realização do concurso público e define comissão

Redação

Deixe uma resposta