Destaques Mundo

EM 2021, WINDOWS 10 SERÁ MAIS PERSONALIZÁVEL

Microsoft publicou um vídeo sobre as modificações que o Windows sofreu – e ainda vai sofrer – ao passo que conseguiu atingir a marca de um bilhão de usuários ativos ao mês. O vídeo mostra algumas das mudanças que serão implementadas à interface do sistema na primeira grande atualização de 2021. 

Os ícones deixam de ser imagens dentro de quadros e passam a ser mais vívidos e identificáveis. O menu Iniciar responderá às notificações de cada app e também será mais personalizável, para se adequar ao uso de cada usuário. Confira o vídeo abaixo:

Windows 10 reaches 1 Billion from Microsoft Design on Vimeo.

A capacidade extra de personalização do sistema deverá se estender ao novo Explorador de Arquivos, que se chamará somente “Arquivos”, e também aos novos aplicativos de Fotos e Calendário.

O que temos para 2020?

A primeira grande atualização de 2020 para o Windows 10 será lançada até o fim desta semana. Teremos algumas novidades que podem impactar no desempenho e na usabilidade da Cortana.

Já a segunda grande atualização, que deverá ser liberada no próximo mês de novembro, trará modificações mais sutis ao sistema. Confira alguns dos novos recursos que já foram testados pelos usuários do Programa Insider:

  • um novo ícone de seta vai indicar quando um aplicativo está acessando sua
  • localização;
  • a calculadora vai ganhar um modo para gráficos;
  • o Gerenciador de Tarefas trará a opção de mostrar a arquitetura de cada processo rodando no PC (x64, x86, ARM ou ARM64);
  • a Cortana será novamente capaz de responder a respostas rápidas e configurar timers em português do Brasil;
  • a experiência de tablet para PCs conversíveis 2-em-1 será modificada com mais espaço entre os ícones da barra de tarefas (teclado touchscreen ativado automaticamente ao tocar em um campo de texto, e elementos maiores no Windows Explorer);
  • o Windows Explorer terá atalho para arquivos do Linux no WSL (Windows Subsystem for Linux);
  • será possível escolher nas Configurações em qual GPU seu programa ou jogo vai rodar;
  • será possível fazer uma busca na lista de aplicativos padrão do Windows nas Configurações;
  • haverá três opções para envio de dados de diagnóstico à Microsoft: desligado, essencial e opcional;
  • a lista de drivers opcionais será integrada dentro do aplicativo Configurações, em vez de exigir uma visita ao Gerenciador de Dispositivos;
  • será possível instalar o Hyper-V em dispositivos ARM64 e rodar o Windows 10 como um sistema operacional convidado (guest) no Hyper-V usando a ferramenta VHDX.

Fonte:tecmundo

COMPARTILHE

Publicações relacionadas

Covid-19 suspende intercâmbios e mantém jovens confinados no exterior

admin

Aeroporto de Manaus tem atraso e cancelamento de vôos por conta de neblina

admin

Bolsonaro: falta orçamento para repor perdas de estados e municípios

admin

Deixe um comentário