Amazonas Destaques Manaus

Em 15 dias, 59 pessoas são assassinadas em Manaus

Manaus – Cinquenta e nove pessoas foram assassinadas por arma de fogo nos primeiros 15 dias do mês de setembro, em Manaus e na Região Metropolitana. O número alarmante é registrado após o Amazonas ser o único Estado a registrar a alta de 1,6% na taxa de homicídios, segundo dados do Atlas da Violência 2021, do Fórum de Segurança Pública.

Onda de criminalidade cresce no Amazonas, como mostram os dados do Atlas da Violência (Foto: Jael Lucena GDC)

Segundo o Atlas, os dados são entre 2018 e 2019. Todos os outros estados apresentaram queda, menos o Amazonas. Os dados do Instituto Médico Legal (IML) apontam sete mortes violentas apenas no primeiro dia de setembro.
A maioria dos crimes possuem características de execução e acerto de contas. A principal motivação está relacionada com o tráfico de drogas, segundo a Polícia Civil. Os criminosos não se intimidam e executam a sangue frio.

Um dos casos registrados no primeiro dia de setembro, foi o do motorista de aplicativo Thiago José Pinto de Souza Cunha, 39, assassinado com mais de 15 tiros, na vila onde morava, no bairro Tancredo Neves, zona leste de Manaus.
Conforme a equipe policial que atendeu a ocorrência, os criminosos, fortemente armados, chegaram em três veículos, de modelos não identificados. A busca pelo alvo fez com que os suspeitos pulassem o muro da vila em busca de atingir a vítima.

Ainda segundo os dados do Atlas da violência, entre 2009 e 2019, o Brasil teve 333.330 pessoas entre 15 e 29 anos assassinadas. O número representa um jovem morto em território brasileiro a cada 17 minutos. Dados que refletem na capital no Estado. No último dia 12 deste mês, um jovem de apenas 21 anos foi assassinado com quase 30 tiros, no bairro Cidade de Deus, zona norte da cidade. A vítima não tinha passagem por nenhum crime.

Outro caso que chamou atenção na capital na última semana, foi o caso do cantor Romário de Jesus, conhecido como “O bruxo do Amazonas”, ele foi perseguido e baleado por criminosos após sair de uma festa. O crime foi registrado por uma câmera de segurança. O cantor foi socorrido, mas não resistiu e morreu no Hospital e Pronto-Socorro 28 de agosto. Mas a história instigante ganhou um novo capítulo, durante o velório Romário, outra pessoa é baleada e morta.

O amigo do cantor, Ilguinner Paiva de Menezes, 24, estava aguardando a chegada do corpo no local, quando criminosos chegaram atirando. O jovem, que no momento fazia uma transmissão ao vivo para uma rede social, foi atingido e morreu no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias. Cenas que chocam e causam pânico na população da capital e região metropolitana. Os crimes são investigados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Na quarta-feira (15), um triplo homicídio ocorreu no bairro Alfredo Nascimento, zona norte. As vítimas são Júlio César Lunier Ferreira, 41, Ana Paula Costa de Oliveira e Dulcineia dos Santos Lopes. As vítimas e o suspeito do crime estavam dentro do mesmo carro. No veículo também havia uma criança de 5 anos, filha de uma das vítimas que presenciou o crime.

Fonte: D24am. Leia mais em https://d24am.com/amazonas/em-15-dias-59-pessoas-sao-assassinadas-em-manaus/

Publicações relacionadas

Saiba como comprar passagens aéreas baratas e garantir hotel com desconto na Black Friday 2020

Redação

Prefeitura promove ação de saúde para o combate à hanseníase

Redação

Posto na barreira de Manaus é flagrado sem fiscalização e policiamento no feriado de Ano Novo

Redação