Amazonas Destaques Manaus

Donos do Supermercados Vitória conseguem liberdade no Superior Tribunal de Justiça

Joabson e Jordana são acusados da morte do sargento do Exército Lucas Ramon Guimarães

Viúva completa cinco meses de gravidez do segundo filho do casal

Os empresários Joabson Agostinho Gomes e Jordana Azevedo Freire, proprietários da rede de supermercados Vitória, vão ser postos em liberdade, por ordem do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os advogados de defesa recorreram ao STJ depois de receberem três negativas do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) para conceder habeas corpus para seus clientes.
Joabson e Jordana são acusados de tramar e de serem os mandantes da morte do sargento do Exército, Lucas Ramon Silva Guimarães, em setembro passado. Os dois negam autoria do crime.

Viuvez e gravidez

A morte de Lucas Ramon deixou viúva a empresária Elza Sarkis que à época do assassinato estava próxima do quarto mês de gravidez do segundo filho do casal. Hoje, já avançada no quinto mês, Elza vive recolhida, com o filho mais velho. Elza é filha do médico e empresário Edson Sarkis, dono do grupo de Saúde Santa Julia, onde ficava a cafeteria do sargento.
Ela descobriu que Lucas Ramon era amante da empresária Jordana, depois da morte do marido, por meio de mensagens no telefone dele. As mensagens falavam sobre as ameaças de morte que Joabson estaria fazendo ao sargento, depois de descobrir seu relacionamento com a esposa Jordana.
Lucas foi executado dentro da cafeteria de sua propriedade por um pistoleiro que até hoje não foi identificado.

Publicações relacionadas

IBP aponta que Amazonas pode perder a oportunidade de entrar no mercado de gás natural

Redação

Não adianta a Amazônia ter as maiores riquezas do mundo e seu povo na miséria”, diz Josué ao defender projeto de Bolsonaro

Redação

Prefeitura inaugura Central de Logística Reversa de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos

Redação