Amazonas Destaques Manaus

Donos da Umanizzare usam outra empresa para ganhar concorrência no Amazonas

O Governo do Amazonas marcou a abertura de propostas de preços para escolher as empresas que vão prestar serviços nos presídios de Manaus e Itacoatiara. São contratos de cinco anos no valor global de R$ 2,8 bilhões. Sai de cena a Umanizzare e entra a RH MULTI SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS LTDA, que tem como sócios Arleny Oliveira de Araújo e Regina Celi Carvalhaes de Andrade, que também são dos donos da Umanizzare Gestão Prisional e Serviços. Troca-se o nome da empresa, mas os donos são os mesmos.

Os donos dos lotes

A RH Multi Serviços foi classificada para o Lote 01. Para os Lotes 02 e 03 foi classificado o consórcio CGPAM, que engloba as empresas Embrasil Serviços Ltda e Embrasil  Empresa Brasileira de Segurança Ltda, que tem entre seus sócios Jeferson Furlan Nazário,  Presidente da Fenavist – Federação  Nacional das Empresas de Segurança e transporte de Valores. Desde que Wilson Lima assumiu, em janeiro de 2019, a Umanizzare recebeu R$ 214,7 milhões, mesmo sem contrato.

 Reabertura do comércio

A semana começa com a indicação do governador Wilson Lima de que vai reabrir de forma gradual o comércio não essencial em Manaus a partir do dia 1º. de junho, tudo condicionado à queda do número de mortes por coronavírus na capital. O atual decreto que disciplina o funcionamento do comércio expira 31 de maio.

Hospital da prefeitura

Em apenas 40 dias de funcionamento, o hospital de campanha da Prefeitura de Manaus atingiu 314 altas médicas ontem, dia 23. São pacientes que voltaram pra casa após  passarem pelo tratamento na unidade administrada em parceria com o grupo Samel e instituto Transire.

Processo de impeachment

O Tribunal de Justiça do Amazonas, marcou para terça-feira (26) o julgamento da liminar que suspendeu o trâmite do processo de impeachment do governador Wilson Lima e do vice Carlos Almeida, na Assembleia.

Semana do Gás

A semana começa com a expectativa de que a Assembleia Legislativa vote até quinta-feira, o veto do governador Wilson Lima sobre a exploração do gás natural no Amazonas.

Vestibular de medicina

A Fametro realiza a partir de hoje, de forma presencial, o vestibular para medicina. A entidade anuncia que todas as medidas de segurança para os candidatos vão ser levadas em conta, por causa do coronavírus.

Movimento nos rios

A quantidade de veículos estacionados próximos a Marina do Davi,no final de semana, é uma comprovação de que muita gente está ignorando o isolamento social e colocando em risco, a vida de pessoas que moram em comunidades próximas a Manaus.

Preços em alta

O quilo do tomate está sendo vendido em alguns locais a R4 21, enquanto a forma com 30 ovos, pulou de 15 para até R$ 22. Nem o Procom estadual nem o municipal se manifestaram sobre a subida desenfreada de preços observada nos últimos dias.

Acerto de contas

O PT no Amazonas tenta encontrar um meio termo para acabar com a disputa interna, envolvendo o deputado estadual Sinésio Campos e o deputado federal José Ricardo. O objetivo é pacificar o partido para disputar a eleição municipal.

Mudança na Suframa

O Secretário de Produtividade Carlos da Costa, área do Ministério da Economia à qual a Suframa é subordinada, está de aviso prévio. A comunicação, segundo a revista Veja foi feita pelo próprio chefe dele, o ministro Paulo Guedes. O cargo pode cair no colo do Centrão.

Publicações relacionadas

Jornalista faz um resumo do caos de suspeitas de corrupção que se encontra a gestão de Helder Barbalho

Redação

Confira as lives da “Agenda Virtual” desta semana no Amazonas

Redação

PGR pede abertura de inquérito contra 3 governadores por suspeita de corrupção na pandemia

Redação

Deixe uma resposta