Amazonas Destaques Manaus

Detentos transformam entulhos em casinhas para cães abandonados

Após ver uma publicação nas redes sociais, o diretor do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Serra Azul, no interior de São Paulo, Valdemar Alves, teve a ideia de utilizar a mão de obra de detentos para a confecção de casinhas para animais de rua a partir de resíduos de madeira. Os abrigos são entregues em ONGs que cuidam de animais sem dono ou que vivem em abrigos temporários de Serrana.

A publicação que deu início à ideia falava sobre a instalação de pontos de comedouros e bebedouros para cães e gatos de rua, projeto que era administrado por um empresário local, que foi contatado por Valdemar.https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?client=ca-pub-9508374237408663&output=html&h=280&adk=231724614&adf=2154842437&pi=t.aa~a.1429309940~i.5~rp.4&w=696&fwrn=4&fwrnh=100&lmt=1618234389&num_ads=1&rafmt=1&armr=3&sem=mc&pwprc=3432251426&tp=site_kit&psa=1&ad_type=text_image&format=696×280&url=https%3A%2F%2Fchumbogrossomanaus.com.br%2Fnoticias%2Fmundo%2Fdetentos-transformam-entulhos-em-casinhas-para-caes-abandonados%2F&flash=0&fwr=0&pra=3&rh=174&rw=696&rpe=1&resp_fmts=3&wgl=1&fa=27&adsid=ChAI8N_PgwYQ_Ive-I7t8d5mEkwAfuHdlbmGUw_SAaKkoHJCgaQYCylLRfLWVi-4Pz3QWLvDtEMQ0hJiNwQy1IaWLILqAX4wSKkVYqg4zUNNfzT9hK6wWlUzpl2S6sZR&uach=WyJXaW5kb3dzIiwiMTAuMCIsIng4NiIsIiIsIjg5LjAuNDM4OS4xMTQiLFtdXQ..&dt=1618234368247&bpp=8&bdt=2041&idt=9&shv=r20210406&cbv=r20190131&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3Dc6a6cde27e1b5103-22877b93a5b900e9%3AT%3D1618234366%3ART%3D1618234366%3AS%3DALNI_MbAfPuDbkwV0l_FallDuUCwKxynRQ&prev_fmts=0x0&nras=2&correlator=6381217086053&frm=20&pv=1&ga_vid=233697482.1611921102&ga_sid=1618234368&ga_hid=1653369631&ga_fc=0&u_tz=-240&u_his=1&u_java=0&u_h=768&u_w=1366&u_ah=728&u_aw=1366&u_cd=24&u_nplug=3&u_nmime=4&adx=141&ady=1045&biw=1349&bih=568&scr_x=0&scr_y=0&eid=44740079%2C44739387&oid=3&pvsid=3378840642688205&pem=839&ref=https%3A%2F%2Fchumbogrossomanaus.com.br%2F&eae=0&fc=1408&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C1366%2C0%2C0%2C0%2C1366%2C568&vis=1&rsz=%7C%7Cs%7C&abl=NS&fu=128&bc=31&jar=2021-04-12-13&ifi=2&uci=a!2&btvi=1&fsb=1&xpc=WgjPmOhr3x&p=https%3A//chumbogrossomanaus.com.br&dtd=21700

“Entrei em contato com o Wagner [empresário] para falar sobre um projeto semelhante desenvolvido em outro presídio da Secretaria da Administração Penitenciária [SAP], que era a construção de casinhas para cães, e me coloquei à disposição para desenvolver essa ação também no CDP de Serra Azul”, conta o diretor.

O conhecimento do detento Carlos Eduardo Marciano, de 46 anos, que é marceneiro, fez com que ele ficasse  responsável por ensinar os companheiros do CDP a trabalhar com madeira para a construção das casinhas. “A cabeça da gente muda, porque o lugar em que a gente se encontra não é bom e, trabalhando, estamos distraindo a cabeça. A gente faz de coração, com amor, porque sabemos que estamos ajudando animais abandonados”, diz ele.

Com apoio de outros empresários mobilizados por Wagner, o CDP recebeu ferramentas, pregos, lixas e outros materiais necessários para a confecção dos abrigos. Até agora, 28 casinhas foram construídas e há material para a produção de mais 50.

Quando uma pessoa adota um dos animais mantidos pelos abrigos ligados ao projeto, o dono já leva junto uma casinha. Parte delas também será colocada à venda em pet shops e o dinheiro arrecadado será convertido em doações de sacos de ração às ONGs do município.

Publicações relacionadas

Covid-19: Fiocruz quer contribuir com início da vacinação neste mês

Redação

‘Com crise na saúde e na economia, não é hora de criar problema político’, diz David Almeida

Redação

Mais de 80 mortes violentas são registradas em Manaus em apenas 19 dias

Redação

Deixe uma resposta