Amazonas Destaques Manaus

David Reis gasta mais de R$ 70 mil com aluguel de carros em quatro meses

Prefeito anuncia vacinação para pessoas de 36 anos a partir deste sábado

Marcelo Serafim concentra esforços na vacinação contra a Covid-19 atuando em duas frentes

Portaria assegura que uso das águas de poços artesianos é legal

Inpa recebe patente para produto que atua na prevenção de doenças gástricas

Jaime Cavalcante Alves é empossado no cargo de reitor do Instituto Federal do Amazonas

Marcellus Campêlo entra para a lista de “investigados” da CPI da Pandemia

Aluguel de R$ 70 mil

O presidente da Câmara Municipal de Manaus, David Reis (Avante), gastou R$ 71.960,86 em quatro meses para pagar aluguel de carros. O dinheiro foi retirado da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap). Cada vereador recebe uma cota mensal de R$ 18 mil e o valor pode ser acumulado para o mês seguinte.

Site fora do ar

Enquanto isso, o site da Câmara Municipal de Manaus está fora do ar há quase uma semana, sem que nenhuma explicação seja dada. Ainda bem que no início deste mês entrou em vigor o contrato feito por David Reis com a empresa Ferreira E. Pergamon Consultoria, por serviços de informática, tecnologia da informação e fornecimento de equipamentos, pelo valor de R$ 2,2 milhões em um ano. Quem sabe a Pergamon não consiga colocar o site de volta ao ar?

Vacina anunciada de surpresa

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) está pegando gosto em surpreender, com vídeos gravados à noite, de improviso. Na quinta à noite, lançou nas redes sociais um vídeo avisando do início da vacinação na faixa etária dos 38 aos 39 anos. E ontem à noite, foi a vez de anunciar a vacina para os cidadãos de 36 anos, já neste sábado (19), atropelando até sua assessoria de imprensa.
Hoje, além dos sete pontos já tradicionais de vacinação, a prefeitura abriu outras 21 unidades que têm capacidade para atender 50 mil pessoas. São três grandes pontos estratégicos, cinco escolas e 13 unidades de saúde distribuídas nas quatro zonas geográficas da cidade.

Número um milhão

A estratégia de David é assegurar que as 51 mil pessoas que faltam se vacinar para chegar ao número de um milhão de imunizados com a primeira dose, compareçam ainda hoje aos postos. E ele já se prepara para ser o milionésimo vacinado.

Marcelo Serafim convoca para vacinação

O vereador Marcelo Serafim (PSB), que é farmacêutico por formação e é funcionário concursado da Secretaria Municipal de Saúde, tem dividido o tempo entre as atividades políticas e postos de vacinação contra a Covid-19. Além da presença física, Marcelo tem usado suas redes sociais intensamente a fim de chamar pessoas para tomar vacinas. “É a única maneira que temos para vencer essa pandemia”, disse Marcelo.

Cavalcante é reitor do IFAM

O professor Jaime Cavalcante Alves tomou posse do cargo de reitor do Instituto Federal do Amazonas (IFAM), na tarde desta sexta-feira (18), no Gabinete do Ministro da Educação, Milton Ribeiro, em Brasília. O professor foi eleito pela comunidade acadêmica nos dias 15 e 16 de abril passados, para cumprir o período restante do mandato de seu antecessor, o professor Antônio Venâncio Castelo Branco que faleceu no início deste ano, vítima de complicações causadas pelo novo coronavírus. O novo gestor vai exercer o mandato até junho de 2023.

Poços artesianos são legais

A Portaria de Padrões de Qualidade de Água Potável, excluiu do texto anterior os artigos que limitavam o uso de poços em áreas onde existissem redes públicas de abastecimento. Entre os segmentos considerados maiores usuários de águas subterrâneas no Brasil estão: indústria de grande porte 80 a 85%; hospitais 60 a 65%; indústria de refrigerante e cerveja 90 a 95%; shoppings centers 70 a 75%; hotéis 60 a 65%; comércio 20 a 25% e condomínios 20 a 50%. Sem número oficiais, o consumo de água de poço em Manaus é estimado alto e crescente.

Inpa patenteia iogurte funcional

O Inpa recebeu concessão de patente de iogurte funcional, que atua na prevenção de doenças gástricas. O produto desenvolvido utiliza extratos de Curcuma zerumbet e foi desenvolvido pela doutoranda Márcia Castro e os pesquisadores Carlos Cleomir de Souza e Helyde Marinho. O produto abre possibilidades aos interessados na sua produção comercial.

MP já vai ser votada

A Medida Provisória do Governo Federal que vai tributar com PIS e Cofins os combustíveis vendidos à Zona Franca de Manaus, tem votação prevista para a próxima semana. Seria nesta semana, mas a CPI da Pandemia tem atropelado o plenário, algumas vezes. A inclusão dessa tributação foi pedida pela Receita Federal, que alega que está havendo sonegação por parte de revendedores de combustíveis.
Sobre essa MP, existem duas emendas dos senadores pelo Amazonas, Eduardo Braga (MDB) e Plínio Valério (sem partido), que pedem a supressão ou modificação do texto original.
Essa batalha, o vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), perdeu no plenário e encaminhou o caso para os senadores defenderem.

Imposto de Importação menor

E por falar em ataques à ZM, até hoje não foi possível reverter a decisão da Camex de reduzir em 10% o Imposto de Importação de bens de capital (BK) e de informática e telecomunicações (BIT). A medida entrou em vigor e ficou por isso mesmo. Nesta semana, a Camex reduziu as tarifas de importação de mais 23 produtos, insumos agrícolas, equipamentos para geradores de energia, insumos químicos, tintas para impressão e lentes de contato, dentre outros, alegando razões de abastecimento.

Marcellus vira investigado

Junto com outras 13 testemunhas, o ex-secretário de Saúde do Estado, Marcellus Campêlo, passou a integrar a lista de “investigados” da CPI da Pandemia, o que significa que ele está sendo responsabilizado sobre fatos relacionados à gestão do combate à pandemia. Com Marcellus, serão investigados o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga; seu antecessor na pasta, Eduardo Pazuello; e o ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo, o ex-secretário-geral do Ministério da Saúde Antônio Elcio Franco Filho; a secretária de Gestão do Trabalho da Saúde, Mayra Pinheiro; a coordenadora-geral do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Francieli Fontana Fantinato; o secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, Hélio Angotti Neto; o ex-assessor do presidente da República Arthur Weintraub; o ex-secretário de Comunicação da Presidência da República Fabio Wajngarten; o empresário Carlos Wizard Martins, a médica Nise Yamaguchi, o médico Paolo Zanotto e o tenente-médico da Marinha Luciano Dias Azevedo.
A lista foi divulgada pelo relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL) ontem

Publicações relacionadas

Tribunal de Contas fará inspeção extraordinária na Casa Militar do Governo do Amazonas

Redação

Felipe Santa Cruz tem chilique e usa OAB para criticar Lava Jato e ainda faz ameaças

Redação

Prefeito prestigia troca de comando do CMA

Redação