Amazonas Destaques Manaus

Dados oficiais indicam que Amazonas tem queda de até 43% no número de óbitos por covid

O estado se prepara para iniciar, na próxima semana uma intensa campanha de vacinação

O Ministério da Saúde mantém a expectativa de vacinar pessoas a partir de 50 anos de idade em todo o Amazonas

Nas duas últimas semanas, o Amazonas apresentou uma queda de 31% no registro de novos casos da doença e de 43% no número de óbitos, segundo informações do Ministério da Saúde, divulgadas nesta quinta-feira (18).
Os números foram apresentados durante a reunião do Comitê de Crise instalado em Manaus pelo Ministério da Saúde, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). Além do Governo Federal, o comitê é composto pelo governo do Amazonas, prefeituras e órgãos de saúde e de controle da pandemia.
Segundo as informações do ministério, Manaus continua sendo o epicentro da pandemia no estado, e registra menores taxas de redução de novos casos (30%) e mortes (41%). O interior apresenta os melhores resultados, com queda de 33% em novos casos e 57% no número de óbitos. O interior apresenta uma taxa de letalidade de 1,8, inferior à média brasileira, que é de 2,4.

Previsão de vacinas

O Amazonas se prepara para iniciar, na próxima semana, uma força-tarefa que tem como meta vacinar toda a população até a faixa de 50 anos. As vacinas para isso virão dos dois lotes que serão disponibilizados pelos laboratórios Butantan e Fiocruz.
Até agora, conforme os dados do ministério, o Amazonas vacinou 208.040 pessoas na primeira fase da imunização contra Covid-19, o equivalente a 63,6% do total programado para esta etapa.
Manaus, com mais de 110 mil vacinados, atinge 82,7% da meta, puxando o Amazonas para a primeira colocação no mapa de imunização em todo o país. Para a segunda dose, foram vacinados, em todo o Estado, 16,7 mil pessoas, o equivalente a 5% da meta.

Publicações relacionadas

Amom anuncia que fará processo seletivo para preencher parte dos cargos de seu gabinete

Redação

Estado aluga avião por R$ 4,3 milhões

Redação

Wilson quer Alessandra presidindo Comissão do Impeachment

Redação

Deixe uma resposta