Amazonas Destaques Manaus

CUT condena o oportunismo de vereadores pelo fim de feriados em Manaus

Oportunismo. É assim que a Central Única dos Trabalhadores no Amazonas (CUT-AM) considera a atitude de alguns empresários das indústrias e do comércio em querer ‘aproveitar’ o período da pandemia para forçar jornada de trabalho normal no Carnaval e em feriados municipais, em Manaus.

Lamenta também, o oportunismo de alguns vereadores, de querer impor o fim do feriado municipal do dia 20 de novembro, em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra, instituído pela Lei Promulgada nº 188, de 14 de junho de 2007.

A CUT entende que a população não deve fazer festa na pandemia, mas também, não admite que vereadores se aproveitem da situação para tirar direitos conquistados. “Respeitem a tradição do povo manauara”, assevera o presidente da CUT, Valdemir Santana.

Consciência Negra

A Central tem incentivado a manutenção dessas datas históricas e com grande significado para os moradores da capital amazonense. O feriado da Consciência Negra, por exemplo, levou anos para ser conquistado e, agora, vereadores e empresários querem pôr fim à tradição do povo manauara. “É oportunismo e falta de respeito e nós não vamos aceitar”, assegura Valdemir Santana.

Na avaliação do dirigente sindical, a decisão dos parlamentares representa um golpe para a cultura popular e, as categorias filiadas à Central não vão aceitar.

Ainda de acordo com o dirigente, é certo que a CUT não é a favor de festas durante a pandemia do covid-19. “Não é um momento para festas, mas não podemos aceitar a decisão oportunista, que acaba com os princípios culturais de um povo”, desabafou.

Zezinho Corrêa

A CUT-AM também lamenta a morte do cantor amazonense Zezinho Corrêa. A entidade se solidariza à dor de familiares e amigos do artista.

Zezinho Corrêa faleceu na manhã deste sábado (6), por complicações da covid-19. Ele estava internado desde o dia 4 de janeiro.

Publicações relacionadas

Hotel Tropical é comprado pela Fametro por R$ 91 milhões

Redação

Governo Wilson Lima demite enfermeira que pedia equipamentos de segurança

Redação

Amazonas investiga dois novos casos positivos para o novo coronavírus

Redação

Deixe uma resposta