Amazonas

Custo para imunizar grupos essenciais contra Covid-19 será de R$ 75 milhões

R$ 50 milhões já foram incluídos pela Assembleia Legislativa no orçamento 2021

Um levantamento sobre o custo da vacina AstraZeneca, que tem 100% de eficácia no combate ao Covid-19, foi divulgado pelo presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (Patriota), e revela que Governo do Estado precisará desembolsar R$ 75,25 milhões para a compra de 2,28 milhões de doses da vacina, o suficiente para imunizar a população com idade acima de 30 anos.

O estudo foi divulgado no último dia 26 de dezembro e republicado nesta terça-feira (29) nas redes sociais do Parlamentar, após o Governo do Estado cogitar a compra da vacina durante uma reunião no Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM).

Recursos

Josué lembrou que os 24 deputados estaduais destinaram, no último dia 16 de dezembro, R$ 50 milhões através de uma emenda coletiva ao orçamento de 2021, que servirão para a compra das vacinas.

Grupos essenciais

De acordo com o parlamentar, o Poder Executivo precisa “tomar providências de forma técnica e imediata para viabilizar a compra dessas vacinas”, para que possa iniciar a vacinação dos grupos essenciais: idosos, profissionais da saúde, policiais militares, bombeiros, gestantes e indígenas.

“Rogo a Deus que o Poder Executivo tome providências de forma técnica e imediata para viabilizar a compra dessas vacinas, para o bem do povo do Amazonas, e possa iniciar a vacinação dos grupos essenciais o mais breve possível”, concluiu o presidente do Poder Legislativo.

Publicações relacionadas

Ricardo Nicolau fala sobre saúde, edução e economia durante entrevista

Redação

Governo libera transporte fluvial no Amazonas a partir de 16 de julho

Redação

Marido de grávida morta no Centro de Manaus é preso após agredir rival

Redação

Deixe uma resposta