Amazonas Destaques Manaus Política

CPI da Saúde desmente Carla Pollake e aponta indícios da sua ligação com o Governo Wilson Lima

Depoimento de Carla Pollake durou mais de três horas

Presidente da CPI, deputado Delegado Péricles, disse que Carla cometeu crimes de falso testemunho e usurpação de função pública

Um dos mais esperados depoimentos da CPI da Saúde, ocorreu nesta segunda-feira (7) com o depoimento da consultora de mídias Carla Pollake. Ela tentou negar qualquer envolvimento profissional com o governo Wilson Lima, mas em vários momentos foi contestada pelos integrantes da CPI que apresentaram vídeos e fotos que mostraram uma relação profissional entre Pollake e o Governo Wilson Lima.
Durante o depoimento, a CPI mostrou um cartão de visitas de propriedade de Carla Pollake, onde aparecem o logo tipo do governo do AM e o nome da depoente.
Nesse momento Carla Pollake ficou nervosa e tentou desqualificar a prova. Ao ser pressionada pelos membros da CPI, a depoente admitiu que era dona do cartão e que ele era usado para abrir portas no governo.
O presidente da CPI, deputado Delegado Péricles, disse que Carla Pollake cometeu crimes de falso testemunho, tráfico de influência, falsa identidade e usurpação de função pública.
Segundo a comissão, Carla é amiga do governador Wilson Lima e tem uma ação efetiva dentro do governo. Segundo a investigação, Pollake mentiu ao dizer que não obteve vantagens com a criação do programa Anjos da Saúde.
O programa, criado para levar assistência humanitária a pacientes com coronavírus, foi usado por Carla Pollake e seu marido para obter vantagens pessoais. Desde que foi criado, em abril deste ano, o Anjos da Saúde recebeu R$ 2,5 milhões da Secretaria de Saúde (Susam).

“Temos provas materiais que confirmam o vínculo de Carla Pollake com o governo, embora ela desminta as informações”, afirmou o relator da CPI, deputado Fausto Jr. “Ela diz uma coisa, mas as fotos e vídeos dizem totalmente o contrário”, afirmou Fausto.
As provas obtidas pela CPI, bem como o depoimento de Carla Pollake, serão encaminhadas ao Ministério Público Federal, que está investigando irregularidades na Saúde Pública do Amazonas.

Publicações relacionadas

Alessandra Campelo vai novamente à Justiça questionar formação da CPI

Redação

Com a Bandeira do Brasil na cor vermelha, cerca de 501 esquerdistas percorrem parte da Djalma Batista em Manaus, gritando #ForaBozoFascistaTenistaEletricista e por ai vai

Redação

Governador Wilson Lima anuncia início da contratação direta de técnicos de enfermagem

Redação

Deixe uma resposta