Amazonas Destaques Manaus

Corpo de estudante é encontrado com sinais de estrangulamento em terreno baldio no Planalto

Manaus – Ivo Franco da Silva, 20, natural do município de Novo Airão (a 115 quilômetros a noroeste de Manaus), foi encontrado morto em um terreno baldio, na manhã desta quarta-feira (4), na Rua Tomas Edson, conjunto Vista Bela, bairro Planalto, zona centro-oeste de Manaus.

De acordo com o sargento da 17ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), identificado apenas como Miqueias, o acionamento da guarnição aconteceu por volta das 7h30, via Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops).

“Os moradores avistaram o corpo e disseram que não o conhecem. Ele não apresenta sinais de perfuração a olho nu, mas possui uma marca de estrangulamento, onde há um hematoma grande na região (pescoço)”, disse o sargento.

Corpo foi encontrado com sinais de estrangulamento (Foto: Natasha Pinto/Divulgação)

Minutos após ser encontrado, familiares da vítima foram até o local e reconhecerem o corpo. Eles informaram que Ivo fazia um curso técnico em enfermagem e morava há um mês em Manaus, por isso não era conhecido na região. Os familiares também disseram que Ivo saiu de casa com uma “boa” quantia em dinheiro, celular e tênis. Os pertences não estavam no local.

Conforme o sargento Miqueias, o caso se trata de um latrocínio (roubo seguido de morte), já que os pertences da vítima não foram encontrados. Segundo o Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), Ivo morreu por estrangulamento.

Equipes da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) acompanharam a perícia e continuarão as investigações sobre o caso. O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML).

Publicações relacionadas

Nº de motoristas flagrados alcoolizados cresce 263% entre janeiro e novembro, diz Detran-AM

Redação

Ministério da Defesa envia ao Comitê de Crise ‘Carta Aberta da Assembleia’ que reafirma pedido de intervenção federal no AM

Redação

Em meio ao ‘verão amazônico’, Manaus tem queda na temperatura

Redação

Deixe uma resposta