Destaques Brasil

Corinthians se livra de penhora, mas tem conta bloqueada

Na última segunda-feira, o juiz Gustavo Campos Padovese, da 88ª Vara do Trabalho de São Paulo, determinou novo bloqueio de valores da conta do Corinthians por causa de uma ação contra o clube movida por Valdin, craque do futsal, com passagens vitoriosas pela Seleção Brasileira e que fez parte da campanha do título alvinegro da Liga Paulista de 2015.

Andrés Sanchez não tem escondido a situação complicada do clube por causa dos cortes de receita oriundos da paralisação do futebol. Em fevereiro, o clube já teve R$ 140,3 mil bloqueados depois de uma execução provisória. Agora, o bloqueio remete ao saldo devedor da ação, que é igual a R$ 423 mil.

Valdin defendeu o Corinthians de janeiro a dezembro de 2015, mas deu entrada no processo em abril do ano passado para cobrar, entre outras coisas, o recebimento por: rescisão contratual; valor referente a bolsas escolares dos filhos; acréscimo por períodos em viagens, concentração e partidas; hora-extra em períodos de viagens; adicional de 100% por trabalhar em domingos e feriados; compensação proporcional no FGTS; danos morais e materiais; honorários advocatícios.

O Corinthians foi derrotado em 1ª instância e recorreu ao 2º grau, assim como o próprio jogador, insatisfeito com a decisão favorável. O julgamento seguinte novamente concordou com o reclamante.

Publicações relacionadas

Trecho da Djalma Batista em Manaus segue em obra para reparos em tubulação que se rompeu

Redação

‘Tomara que não tenha que treinar no cemitério do Caju’ diz dirigente do Botafogo sobre retorno do futebol

Redação

Para reduzir número de contaminados, prefeito anuncia decreto que determina uso de máscaras em Manaus

Redação